Cinco passeios virtuais para conhecer São Paulo em um fim de semana


MASP - Avenida Paulista, São Paulo
Coluna Fácil: Mário Pinho
Muitas cidades estão retomando as atividades, mas as atrações turísticas continuam fechadas na maior parte delas. Maior centro financeiro do país, São Paulo também é um importante centro de turismo de negócios e recebeu, em 2018, 15,7 milhões de turistas, sendo 2,9 milhões de estrangeiros, segundo o Observatório do Turismo. Além dos negócios, a cidade atrai por seus museus, cultura, lazer e gastronomia. Embora fechados, é possível conhecer ou revistar virtualmente alguns pontos e atrações emblemáticos da cidade.

Avenida Paulista – que tal começar esse passeio pela avenida mais conhecida de São Paulo? Ela concentra badalação, cinemas, museu, centros culturais, dois parques – Trianon e Mário Covas – e muitos bares para jogar conversa fora. 

Masp – já que estamos na Paulista, dá para aproveitar e dar uma passada no Masp e ver muitas das obras do acervo do mais conhecido museu de São Paulo e do país. Fundado em 1947 pelo jornalista Assis Chateaubriand, foi o primeiro museu moderno do país. Sua coleção reúne mais de 9.000 obras. 

Museu da Língua Portuguesa – mesmo fechado para reconstrução depois do incêndio que destruiu dois andares em 2015, o museu localizado no prédio histórico da Estação da Luz oferece um tour virtual no qual é possível conhecer sua exposição principal de antes do incidente. 

Um dos cartões-postais mais queridos da cidade, o Theatro Municipal traz curiosidades que entrelaçam sua história com a da própria cidade e seu centro (Crédito: Secom/SP) 

Theatro Municipal – sobre o Theatro Municipal, inaugurado há 108 anos, vale transcrever o que está em seu site: “A luxuosa construção, visivelmente influenciada por teatros de ópera da Europa, foi erguida como símbolo aspiracional da alta sociedade paulistana, que com a fartura do ciclo do café desejava uma casa de espetáculos à altura de suas posses e pretensões europeias para receber os grandes artistas da música lírica e do teatro”. Por lá passaram Caruso, Nijinski, Maria Calas, Toscanini, Camargo Guarnieri, entre muitos outros. E ainda foi palco da Semana de Arte Moderna de 1922. 

Memorial da América Latina – com um conjunto arquitetônico projetado por Oscar Niemeyer, é um centro cultural e de lazer inaugurado em março de 1989, na Barra Funda, bairro da zona oeste de São Paulo. Em 25.210 metros quadrados de área construída, abriga salão, biblioteca, galeria, pavilhão e o auditório Simon Bolívar, que sofreu um incêndio em 2013. Recentemente, passou a receber um cinema drive-in. Em Explore, no site do Memorial, é possível conhecer seus espaço e acervo. 
Compartilhe on Google Plus

Postado por MARIO PINHO

0 Comments:

Postar um comentário

Adicione seu comentário sobre a notícia