Tambaú Hotel não foi leiloado

                   Tambaú Hotel (Foto: Divulgação)

O Tambaú Hotel, em João Pessoa (PB), cujo leilão ocorreu no último dia 05 de maio, não obteve lance para a compra e por isso, nova tentativa deverá ocorrer em outubro e novembro, mas sem data confirmada. 

O Sindicato dos Leiloeiros do Rio de Janeiro abriu o leilão com lance inicial de  redução de 50%, no valor de R$ 65,980 Milhões, já que da primeira vez e que também não houve comprador, o lance era de R$ 131.960 Milhões, com incremento de R$ 10 mil.

Uma das razões para o insucesso do leilão, comenta-se que foi em virtude da pandemia do coronavírus, que tem paralisado os investimentos no turismo e principalmente na hotelaria.

Segundo a sentença do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJERJ), a autorização para a realização do leilão objetiva “a continuação provisória das atividades da Companhia Tropical de Hotéis”, mas se sabe que a venda servirá para pagar despesas trabalhistas. 


Eduardo Pereira, diretor do Tambaú Hotel (Foto: Rogério Almeida)

Segundo Eduardo Pereira, diretor do hotel, o Tambaú Hotel não está fechado totalmente, mas com pouquíssimos hóspedes, no máximo três apartamentos, por dia. E está oferecendo o sistema "day use", quando o hóspede pode se utilizar das áreas de lazer, como a bela piscina do hotel e o serviço de garçom. 

O Tambaú Hotel é um dos grandes símbolos do Turismo da Paraíba.

Foi inaugurado no ano de 1971, três anos antes do marco regulatório que passou a restringir a construção de imóveis em área de Marinha e possui o traço de Sérgio Bernardes, com uma arquitetura que lembra um disco voador. E foi construído na areia da praia numa  área de 18.009,05 m.

O Hotel possui tanta História que existe um projeto de construção de um Museu e que agora fica a depender de quem for ser o novo proprietário.
Compartilhe on Google Plus

Postado por Rogerio Almeida

0 comentários:

Postar um comentário

Adicione seu comentário sobre a notícia