Dia Internacional das Pessoas com Deficiência

No 'Dia Internacional das Pessoas com Deficiência' - 3 de dezembro 
Carolina Ignarra, sócia fundadora da Talento Incluir
Para falar sobre o tema, sugerimos uma entrevista com Carolina Ignarra, cadeirante e sócia fundadora da Talento Incluiruma consultoria que já colaborou com a inclusão de mais de 6 mil pessoas com deficiência no mercado de trabalho, além de levar a cultura de inclusão corporativa para mais de 280 empresas
Segundo executivaquando a empresa não tem cultura inclusiva, busca profissionais com deficiência pelo processo seletivo comum, o que é um erro. A Lei de Cotas abriu em torno de 800 mil vagas de emprego para profissionais com deficiência e, destas, apenas 486 mil estão preenchidas, entre as 46 milhões de brasileiros com deficiência, mesmo após 28 anos da Lei.
O número de contratações tem aumentado lentamente ano após ano. A participação de pessoas com deficiência no mercado formal aumentou de 0,95% das vagas em 2017 para 1,04% em 2018, saltando de 441.330 para 486.756, de acordo com a Relação Anual de Informações Sociais (RAIS), divulgadas recentemente pelo Ministério da Economia. São Paulo é a unidade federativa que mais contrata formalmente pessoas com deficiência. De acordo com a RAIS 2018, foram 154.456 profissionais, o que equivale a 32% do total.
Um estudo realizado no primeiro trimestre de 2019 pela Talento Incluir - consultoria que já colaborou com a inclusão de mais de 6 mil pessoas com deficiência no mercado de trabalho, além de levar a cultura de inclusão corporativa para mais de 280 empresas - identificou que, mesmo participando de processos seletivos exclusivos para pessoas com deficiência, 34% dos 8.504 candidatos analisados pela Talento Incluir ainda se sentiram excluídos.
De acordo com as vagas abertas em 2019 pela Talento Incluir 94% são para os cargos de entrada enquanto apenas 6% em cargos de especialistas/média gerência. Quanto ao perfil das vagas, 73% são abertas em setores administrativos. Mesmo empresas com grande parte de sua folha em cargos operacionais ou técnicos (como Agro e Indústrias) não se sentem preparados para incluir nessas vagas por falta de acessibilidade física ou tecnológica.
"Na contratação de um profissional com deficiência, o talento e a experiência devem estar sempre acima da deficiência do profissional", declara Carolina Ignarra.

Sobre a Talento Incluir
A Talento Incluir é uma consultoria que promove a relação entre profissionais com deficiência e o mercado de trabalho. Desenvolve projetos de consultoria, treinamento, seleção e retenção, de profissionais com deficiência, além de preparar as empresas para melhor atender a esse perfil de consumidor. Fundada há mais de 10 anos, a Talento Incluir já proporcionou emprego mais de seis mil pessoas com deficiência a partir de uma preparação exclusiva e diferenciada. Além disso, aplicou programas de treinamentos exclusivos para inclusão corporativa em mais de 280 empresas de diversos setores em todo Brasil, como Gol, Raia Drogasil, Bradesco, TereosPwC PricewaterhouseCoopers, GRU AirportAccorHotels entre outras.
Compartilhe on Google Plus

Postado por silvioromerojornalista

0 comentários:

Postar um comentário

Adicione seu comentário sobre a notícia