Hilux e SW4 2020 mantêm nota máxima em segurança pelo Latin NCAP



Com resultado, ambos os produtos se tornam os mais seguros de seus segmentos no País

Fiel à filosofia de Kaizen (melhoria contínua), e priorizando a segurança de clientes e usuários da marca, a Toyota revalidou as cinco estrelas para Proteção de Ocupantes Adulto e Infantil na linha 2020 de seus modelos SW4 e Hilux cabine dupla, de acordo com o mais recente e rigoroso protocolo de testes do Latin NCAP.

Os testes de impacto frontal e lateral da Hilux cabine dupla e SW4 foram realizados inicialmente em 2015, sob o protocolo Latin NCAP anterior, atingindo cinco estrelas para proteção dos ocupantes adulto e infantil.

A partir de 1º de julho de 2019, todas as versões da Hilux cabine dupla e SW4 produzidas na Argentina e exportadas para 22 mercados latino-americanos incorporam um total de sete airbags como equipamento padrão: dois frontais, dois laterais, dois de cortina lateral e de joelho para o motorista. Os veículos também incorporam outros dispositivos de segurança ativos, como freios ABS com distribuição eletrônica da força de frenagem (EBD), assistente de frenagem de emergência (BAS), controle de tração (TRC), controle de estabilidade (VSC), assistente de reboque (TSC), assistente de arranque em subida (HAC) e luzes de freio de emergência (EBS).

Após essa atualização dos modelos com mais equipamentos de segurança, a Toyota conseguiu revalidar um sólido resultado de cinco estrelas para todos os seus ocupantes em novos testes de impacto lateral, postes laterais e controle eletrônico de estabilidade sob o novo protocolo.

Durante esses testes, ambos os bonecos orientados para trás foram instalados no banco traseiro, seguindo as melhores práticas globais, o que resultou em uma alta nota de proteção no teste dinâmico para crianças ocupantes.

Hilux e SW4 2020

Em julho deste ano, a Toyota lançou a nova linha 2020 dos modelos Hilux e SW4, que são líderes absolutos de vendas em seus segmentos no Brasil. Com o objetivo de tornar os modelos ainda mais seguros, todas as versões de cabine dupla da Hilux e todas as versões do SW4 são oferecidos ao consumidor com airbags laterais e de cortina, que se juntam aos dois frontais e de joelho para o motorista, totalizando sete bolsas infláveis.

As versões SR e Standard da Hilux também receberam novos recursos de segurança que, até então, eram oferecidos apenas nos modelos topo de linha. Entre eles, estão controle de estabilidade (VSC), controle de tração (TRC) e assistente de partida em rampa (HAC), enquanto a versão SR a diesel também passa a contar com assistente de descida (DAC). Além disso, as versões GR-S, SRX, SRV e SR, movidas a diesel ou flexfuel, ganharam travas de rodas, enquanto as versões GR-S, SRX e SRV ainda ganharam trava do estepe, garantindo maior segurança contra furtos e roubos.

Vendas no Brasil

Entre janeiro e julho de 2019, foram comercializadas 23.601 unidades da Hilux, representando 32% das vendas no segmento de picapes médias, mantendo-se líder no mercado brasileiro. Já o SW4, SUV médio da montadora japonesa, atingiu a marca de 7.857 unidades vendidas no mesmo período, alcançando 61% de representatividade em sua categoria.

Sobre o Latin NCAP

O Programa de Avaliação de Novos Carros para a América e o Caribe (Latin NCAP) foi lançado em 2010 para desenvolver um sistema de classificação de segurança e teste de colisão de veículos regional independente na região. O Latin NCAP replica programas similares de teste de consumo desenvolvidos nos últimos trinta anos na América do Norte, Europa, Ásia e Austrália, que provaram ser muito eficazes na melhoria da segurança dos veículos. Desde 2010, o Latin NCAP publicou os resultados de mais de 100 veículos em dez fases de teste.

O Latin NCAP é membro associado do Global NCAP e apóia a Década de Ação para Segurança no Trânsito das Nações Unidas 2011-2020, especialmente o pilar referente ao veículo do Plano Global e à iniciativa Stop the Crash.

Para conferir o vídeo dos testes disponibilizado pelo Latin NCAP, acesse o site: www.latinncap.com/po/.
Compartilhe on Google Plus

Postado por MARIO

0 comentários:

Postar um comentário

Adicione seu comentário sobre a notícia