Cetur faz reunião com palestra do diretor da Fraport

Cetur em sua primeira reunião anual

Em sua primeira reunião do ano, na manhã de hoje, o Conselho Empresarial de Turismo e Hospitalidade da Fecomercio-CE (Cetur) teve como convidado o diretor de Operações Aeroportuárias da Fraport, Alan Veras, que falou sobre o plano de expansão do Aeroporto Internacional Pinto Martins. A reunião foi coordenada pela Presidente do Cetur, Circe Jane Teles da Ponte, e pelo Secretário Executivo, Marcos Pompeu, e reuniu representantes de vários órgãos que integram o Cetur.




O Cetur foi criado em dezembro de 2015 com o objetivo de reunir os agentes de turismo que representam as empresas do segmento para o planejamento e a realização de ações que fortaleçam e desenvolvam o setor no Estado do Ceará. A Fraport é uma empresa alemã especializada na administração de aeroportos em vários países e ganhou a concorrência para administrar o Aeroporto Internacional Pinto Martins por 30 anos.

Marcos Pompeu, Alan Veras recebendo o brinde, Circe Jane e Evelyne Tabosa

Circe Jane deu boas-vindas ao convidado e fez um relato das atividades do Cetur, com palestras e projetos de pesquisas em andamento em Fortaleza e no Cariri. O palestrante ficou conhecendo o Cetur através da sua representatividade (com órgãos e entidades ligadas ao turismo) e foi convidado a inserir a Fraport como participante.

Alan Veras fez um relato das suas atividades em vários aeroportos e disse que o projeto de Fortaleza é fantástico. Com reforma e ampliação, nos dois primeiros anos o aeroporto virou um canteiro de obras que envolvem pátio/pistas e terminal/vias de acesso. As obras, com 52% concluídas, estão em andamento 24 horas por dia e a diretoria procura tornar o espaço menos traumático possível, com o propósito de receber bem o turista.

Várias entidades representadas na reunião

Veras falou da ampliação da pista em mais 210 metros e do aumento das pontes de embarque, que passam de sete para 15. Embarque e desembarque ocorrerão em pisos diferenciados e muitos dos presentes não entenderam a explicação. Haverá estacionamento para ônibus e vans e o estacionamento de veículos passará de 900 para 1.100 vagas. O assunto gerou abordagem sobre o pouco tempo de tolerância, de 10 minutos, e a cobrança de R$ 14,00 a hora. Veras disse que o serviço é terceirizado e não informou nada sobre uma possível modificação.

Segundo o palestrante, o aeroporto lidera a movimentação internacional no Norte/Nordeste. O crescimento é em função do Hub (Air France/KLM/Gol). A boa notícia foi questionada pelos hoteleiros, que não estão participando deste crescimento na hospedagem. A pretensão deles é que haja uma forma de identificar para onde estão indo estes passageiros ou se eles estão apenas fazendo conexões. No final da palestra, Veras recebeu um brinde da Fecomercio, entregue pelos anfitriões Circe Jane e Marcos Pompeu.
Compartilhe on Google Plus

Postado por Mario Pinho

0 comentários:

Postar um comentário

Adicione seu comentário sobre a notícia