Secretaria do Turismo promove o Ceará em feira do setor em Lisboa


Portugal é maior mercado emissor de turistas para o Estado

Representando cerca de 15% do total de visitantes estrangeiros que o Ceará recebe, Portugal é hoje o principal mercado emissor de turistas para o Estado. Com o objetivo de ampliar mais esse número, a Secretaria do Turismo do Ceará (Setur) promove nesta semana, os principais destinos e atrativos cearenses na Bolsa de Turismo de Lisboa, a maior feira do setor em Portugal. O evento teve início nesta quarta-feira (28) e segue até o próximo domingo (4), em Lisboa. 

"Os portugueses vêm muito ao Ceará pelos nossos atrativos e, principalmente, pela proximidade. Estamos a apenas seis horas e meia de voo. E com uma ocupação regular excelente. Tanto que mesmo na crise, não perdemos nem um dia de operação. Pode ser que esses números tenham alguma mudança com o início do hub da Air France/KLM e os novos voos para os EUA. Mas Portugal continuará sendo um mercado muito forte e especial para o Ceará", destaca o secretário do Turismo, Arialdo Pinho. 

Este ano, assim como em 2017, a Setur apostou em um estande próprio para ter mais visibilidade na BTL. "O estande próprio facilita o contato e acesso entre as operadoras, hotéis, entre o próprio cliente direto. Permite que o Ceará seja sempre lembrado", completa o secretario. A BTL conta com 1.300 expositores, um crescimento de 8% em relação à edição passada. A expectativa é que a feira receba mais de 75 mil visitantes, desde as agências de viagens e operadores, hotelaria, transportes e público final. 

Convenção CVC
Também esta semana, a Setur participa da Convenção CVC 2018, em Dubai. Em 2017, houve um crescimento de 19% nas vendas do Ceará, que é o terceiro destino mais vendido pela operadora. Foram R$ 401 milhões, sendo 350 mil passageiros e 454 mil diárias. "O que queremos é atingir os 400 mil turistas vindos ao Ceará pela CVC este ano. E confirmamos que, em 2019, a Convenção CVC será realizada no Centro de Eventos do Ceará", completou o secretário Arialdo Pinho.

Compartilhe on Google Plus

Postado por Mario Pinho

0 comentários:

Postar um comentário

Adicione seu comentário sobre a notícia