Miss Piauí é eleita Miss Brasil 2017


        Monalysa Alcântara, Miss Piauí e Miss Brasil 2017 (Foto: Reprodução/
        BE Emotion/ Facebook)  :

Monalysa Alcântara, 18 anos, estudante de administração de empresas e
representando o Piauí,  foi a vencedora do concurso Miss Brasil 2017, 
realizado neste sábado (19) no Teatro Vermelhos, em Ilhabela, litoral de São Paulo.
Ela venceu outras 26 candidatas e irá representar o país no Miss Universo. Monalysa é a terceria negra a vencer o concurso.  O segundo lugar ficou com a modelo e estudante de gestão financeira Juliana Mueller, de 25 anos, representante do Rio Grande do Sul e a terceira colocada foi a também 
modelo e estudante de engenharia de produção Stephany Pim, 23 anos, que representou o Espírito Santo.
Monalysa Alcântara tem 1,77 m, 57 kg, cintura 69 cm, quadril 95 cm e busto 87 cm e é  a terceira negra a ser coroada Miss Brasil. A primeira foi Deise Nunes
em 1986 e a segunda, sua antecessora Raíssa Santava, Miss Brasil 2016.
Na fase de perguntas e respostas, a nova Miss Brasil afirmou que para representar o país em uma competição internacional não vai mudar de comportamento. "Serei eu mesma: uma mulher nordestina, que passou por diversas coisas, muitas dores que fizeram ser quem eu sou hoje".
Monalysa que sonhava em ser cantora disse que  por ser uma mulher negra, passou por situações preconceituosas que a fizeram amadurecer e superar as dificuldades com determinação.

Em seu perfil no Instagram, Monalysa comemorou: "Realizei um sonho, 
e sonhei pelo meu Piauí."

Pela primeira vez uma Miss Piauí é eleita Miss Brasil.  Monalysa Alcântara
recebeu como prêmio um carro zero km (Kia Cerato), um relógio Bulova,
uma joia Dryzun, uma viagem com acompanhante em classe executiva e
hotel 5 estrelas para Dubai e um contrato publicitário de 100 mil reais com a
Polishop.

Monalysa Alcântara representará o Brasil no concurso  Miss Universo, que
será realizado dia 26 de novembro na cidade de Phoenix, Arizona, nos EUA.

Compartilhe on Google Plus

Escrito por Rogerio Almeida

0 comentários:

Postar um comentário

Adicione seu comentário sobre a notícia