A nova Salvador pulsa, transpira e exala Cultura e uma Gastronomia sem igual

Conheça de perto a vida cultural do Santo Antônio Além do Carmo.

Reduto de artistas plásticos, escritores e músicos, o Santo Antônio Além do Carmo é um dos bairros mais antigos da capital baiana.


Há mais de 10 anos, o público soteropolitano tem um encontro marcado todas as terças-feiras, sempre a partir das 19h, com o cantor e compositor Gerônimo, nas Escadarias do Paço. No verão, convidados especiais estão sempre marcando presença. O projeto é gratuito e aberto ao público. 

Entre os artistas que já participaram do projeto estão Caetano Veloso, Carlinhos Brown, Margareth Menezes, Lazzo Matumbi e Roberto Mendes. No repertório, não faltam os principais sucessos do artista: 'É d'Oxum', 'Jubiabá', 'Menino do Pelô' e, claro, 'Macuxi muita onda (Eu sou negão)'. 


Todas as últimas sextas-feiras do mês é dia de Samba do Botequim no Santo Antônio Além do Carmo. Comandada pelo Grupo Botequim, a roda de samba mais frequentada da cidade propõe homenagens a grandes sambistas baianos e brasileiros como Batatinha, Cartola e Noel Rosa. Aberto ao público, o samba a partir das 21h, no Largo de Santo Antônio. 

A roda é uma parceria com o Forte da Capoeira, no projeto "Cinema, Capoeira e Samba", que promove a exibição de filmes sobre cultura popular e que, de alguma maneira, faça referência à capoeira. O samba já acontece há mais de cinco anos e, durante a trajetória, recebeu convidados ilustres como Juliana Ribeiro, Clécia Queiroz e Walmir Lima. 

Organizada pelos moradores, a Feira das Artes, Maravilhas e Esquisitices acontece mensalmente na Praça dos 15 Mistérios (Fotos: Reprodução/Arte iBahia) 

Se a última sexta-feira do mês é dia de samba no Santo Antônio Além do Carmo, o primeiro domingo já está reservado para a feirinha livre do bairro. Organizada pelos moradores, a Feira das Artes, Maravilhas e Esquisitices é aberta ao público e acontece mensalmente na Praça dos 15 Mistérios, próximo a Ladeira do Boqueirão, das 14h até a noite. 

Entre rodas de samba, de contagem de histórias e mostra de filmes, a feira de troca e venda reúne artesanato, roupas, livros, bijouterias e outras miudezas vendidas a preços baixos e negociáveis. O geladinho de roska e a cozinha pirata são algumas das "esquisitices". Quem for de fora e também quiser vender seus produtos, pode. Basta pagar uma pequena taxa de para ajudar nos custos de luz e som. 



O "Noites de Jazz" acontece às quintas-feiras, das 20h às 23h, no Bar de Todos os Santos e entorno da piscina do hotel 

Clássicos de Ella Fitzgerald, Frank Sinatra e Ray Charles embalam as "Noites de Jazz" promovidas pelo Pestana Convento do Carmo Hotel e remontam no espaço a atmosfera musical dos anos 1940 e 1950. Realizado desde 2011, o projeto acontece sempre às quintas-feiras, das 20h às 23h, no Bar de Todos os Santos e entorno da piscina do hotel. O couvert artístico custa R$30 e o local dispõe de serviço de manobristas. 

Criado em 1586 pela Ordem Primeira dos Freis Carmelitas, o antigo convento foi palco de grandes acontecimentos da história do Brasil, como durante a Invasão Holandesa (1624 a 1625), quando abrigou o Quartel General das forças de resistência e lá os holandeses assinaram sua rendição. 

IGREJAS 

Do alto da sua escadaria de 55 degraus, a Igreja do Santíssimo Sacramento do Paço surge imponente. Construída em 1736 para ser a matriz da freguesia criada quase duas décadas antes, a igreja é certamente uma das mais conhecidas da capital baiana. No local, foram gravadas cenas do clássico brasileiro 'O Pagador de Promessas', de Anselmo Duarte, que causou furor em Cannes e rendeu ao Brasil sua única Palma de Ouro da história. 


A escadaria do Passo serviu de cenário para a via-crucis de Zé do Burro, protagonista do filme 'O Pagador de Promessas' .

Ladeada por postes de ferro, a escadaria serviu como cenário ideal para a via-crucis de Zé do Burro, o roceiro que percorreu 42 quilômetros com uma cruz de madeira nas costas para pagar a promessa que restituiu saúde do seu melhor amigo, um burro chamado Nicolau. Encantados com a escadaria do Paço, Duarte e o produtor Oswaldo Massaini nem se importaram com o fato de a igreja não ser a de Santa Bárbara, como o texto da peça homônima de Dias Gomes exigia. 

Além de estampar páginas de editoriais de moda, a Igreja do Paço e sua escadaria também serviram de locação para o filme 'O Paí Ó' e para a versão televisiva de 'O Pagador de Promessas'. Fechada desde 1998, a igreja deve passar por restauração em breve. 


Depois de cuidadosa restauração, a Igreja do Boqueirão foi reaberta em 2010 com rampas e elevadores para facilitar a locomoção de portadores de necessidades especiais 

Construída em 1726 pela Ordem Terceira dos Homens Pardos, a Igreja de Nossa Senhora da Conceição do Boqueirão se divide entre os estilos neoclássico e barroco. O piso em mármore cinza e branco contrasta com o forro marcado por pinturas ilusionistas de inspiração italiana e, embora seja do início do século XVIII, a talha do inteiror data do século XIX. 

Tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) em 1980, depois de cuidadosa restauração, a igreja foi reaberta em 2010 com rampas e elevadores internos para acilitar a locomoção de portadores de necessidades especiais. Número 60 da Rua Direita do Santo Antônio, a Nossa Senhora do Boqueirão celebra missas todos os domingos, às 9h.A fachada neoclássica, altar barroco e sacrário de prata, caracterizam outro tesouro arquitetônico do Santo Antônio. Palco de acontecimentos marcantes da história da Independência da Bahia, a Igreja Nossa Senhora do Carmo começou a ser erguida em 1532 pela Ordem Primeira dos Freis Carmelitas, mas só chegou a ser finalizada em 1723. 

Com uma das mais belas sacristias do país, atualmente fechada ao público, a igreja faz parte do conjunto arquitetônico do Carmo, que integra também o antigo convento e atual Hotel Pestana. Destaca-se no acervo a escultura do Cristo Atado à Coluna, de Francisco Xavier Chagas, escravo conhecido como Cabra.*Com orientação e supervisão de Márcia Luz.

fonte ibahia.com
Compartilhe on Google Plus

Escrito por Mario Pinho

0 comentários:

Postar um comentário

Adicione seu comentário sobre a notícia