Cuidados na pandemia: Descubra a diferença entre os tipos de álcool

Tipo isopropílico ou isopropanol tem uma finalidade mais específica para o uso de aparelhos eletrônico - Foto: Reprodução / Google

Passado alguns meses do início da pandemia, muitas pessoas ainda se confundem no modo de usar os três tipos de álcool na hora de higienizar os objetos. O álcool líquido 70 inpm, o em gel 70 inpm e o álcool isopropílico têm a mesma finalidade de higienização de superfícies, removendo sujeiras e evitando riscos de contágios de doenças. Mas, cada um deve ser utilizado de uma maneira diferente para não danificar os objetos.  

Entre os três tipos de álcool, o isopropílico ou isopropanol tem uma finalidade mais específica para o uso de aparelhos eletrônico devido às características de eliminar germes e sujidades de superfícies, sem danificar os componentes eletrônicos. "Nos últimos meses tem sido cada vez mais frequente, celulares danificados ou até quebrados por causa do uso indevido do álcool 70% no lugar do isopropílico, que é o tipo indicado para aparelhos eletroeletrônicos", explica a diretora administrativa da Valença Química, Carla Coelho.  

Carla Coelho, diretora administrativa da Valença Química
Na hora de higienizar, é necessário que a limpeza seja feita preferencialmente com o uso de um papel descartável umedecido com o álcool, e que seja passado sempre com movimentos suaves. Tudo isso deve ser feito com o aparelho desligado em todo o processo de higienização. Quando se fala em cartões de crédito, também é indicado o uso do álcool isopropílico, mas deve-se ter cuidado para não passar na região do chip, uma vez que pode haver uma reação e danificar o mesmo. 

Já os sapatos e bolsas, a atenção deve ser redobrada. É indicado conhecer quais os materiais utilizados para a fabricação do objeto, já que existem superfícies sensíveis ao álcool e podem ser danificadas. Caso o material não seja conhecido, o ideal é higienizar com um sabão neutro, garantindo a remoção de sujidades e evitando contaminações por doenças. 

Para o uso pessoal, o álcool no seu formato em gel ou líquido são os mais indicados, sendo o álcool gel mais adequado para a higienização das mãos, pelo seu maior tempo de contato com a pele. Já o líquido é ideal para superfícies, porém, o álcool líquido 70% também pode ser utilizado para as mãos. De acordo com o químico da Valença Química, Caio Philippe, é preciso ter cuidado com o tempo para repetição, uma vez que o produto evapora mais rapidamente, deixando a pele exposta mais tempo. "Devemos evitar utilizar o álcool em superfícies sensíveis ao produto, como superfícies envernizadas, enceradas, pintadas, laqueadas e esmaltadas", comenta. 


LOJA 

Estrada dos Remédios, 716 

Telefone:(81) 3032-3035 

E-mail: loja@valencaquimica.com.br 

Afogados - Recife - PE 

50750-000 

Compartilhe on Google Plus

Postado por Jefferson Victor

Jornalista apaixonado por Cinema e TV --- Contato: jeffersonvictor@revistafacil.net -

0 Comments:

Postar um comentário

Adicione seu comentário sobre a notícia