Itália tem o menor número diário de mortes por covid-19 desde março

Número de vítimas fatais da covid-19 segue em queda na ItáliaCiro Fusco / EFE - EPA - Arquivo

A Itália registrou 153 novas mortes por covid-19 nas últimas 24 horas — 89 a menos do que na véspera —, chegando a um total de 31.763 óbitos causados pelo coronavírus, de acordo com informações divulgadas neste sábado (16) pela Defesa Civil.

Foram também confirmados 875 novos casos do novo coronavírus, totalizando 224.760 infecções desde o início da pandemia no país, em 21 de fevereiro. O número diário de mortos é, no entanto, o mais baixo desde o início do confinamento, em 10 de março.

A tendência de queda da curva epidemiológica incentivou o governo italiano a antecipar, de acordo com as regiões, a reabertura de quase todas as atividades comerciais do país para a próxima segunda-feira, em vez de fazê-lo gradualmente, conforme programado.

O número de pessoas doentes - atualmente em 70.187 -, também apresenta queda, com uma diminuição de 1.883 pacientes em relação a ontem.

Entre os atualmente positivos, 775 estão em Unidades de Terapia Intensiva (UTI), com menos 33 pacientes do que ontem, e 10,4 mil pessoas estão hospitalizadas com sintomas, uma diminuição de 392 em comparação com 24 horas antes.

Reabertura em breve

Esses dados foram divulgados no fim de semana anterior à reabertura de quase todas as atividades comerciais, depois que o governo decidiu reabrir na próxima segunda os bares, restaurantes, lojas de varejo e cabeleireiros e centros de beleza.

O Governo também aprovou que a Itália abrirá suas fronteiras a partir com os países da União Europeia a partir de 3 de junho, sem a necessidade de quarentena.

O decreto estabelece que, a partir desta data, também será permitida a circulação entre as diferentes regiões.

Essa é uma medida que visa recuperar os fluxos turísticos, um setor que representa 13% do PIB do país.
Compartilhe on Google Plus

Postado por MARIO

0 comentários:

Postar um comentário

Adicione seu comentário sobre a notícia