Congresso brasileiro decreta 3 dias de luto oficial em memória aos 10 mil mortos pela Covid-19

Bandeira do Brasil é colocada a meio mastro em frente ao Congresso Nacional

O Congresso Nacional brasileiro decretou no sábado (09) luto oficial em todo o território nacional por um período de 3 dias em memória aos mais de 10 mil mortos pela Covid-19, a doença causada pelo novo coronavírus.

Os presidentes do Senado, Davi Alcolumbre, e da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, elaboraram em conjunto o decreto estipulando luto de três dias no Congresso Nacional brasileiro.

A Bandeira Nacional brasileira e a do Mercosul, ficarão hasteadas em funeral, a meio-mastro, durante os 3 dias, a contar do hasteamento, que ocorreu no sábado (9), informou a Agência Senado.

Devido ao luto nacional, estão proibidas celebrações, comemorações e festividades. Os presidentes do Senado e da Câmara lamentaram a tragédia, e afirmaram que o Parlamento, órgão “que representa o povo e o equilíbrio federativo” da nação brasileira, “não está indiferente a este momento de perda, de tristeza e de pesar.”

Segundo ressaltaram os presidentes do Senado e da Câmara, a situação atual é “lamentavelmente singular”. E eles afirmaram que o Congresso tem aprovado medidas legislativas de suporte às pessoas, aos governos e às empresas.

“Quando se trata de proteger a vida dos brasileiros, que é o valor maior, não há dúvida quanto ao caminho a ser trilhado; não há hesitação possível”, afirmam à Agência Senado.

Davi Alcolumbre e Rodrigo Maia pediram que as recomendações das autoridades de saúde sejam seguidas, para que seja possível diminuir o ritmo da doença, e seja possível o retorno seguro e definitivo à normalidade.

De Acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS) foram confirmados 3,8 milhões de casos de infecção causada pelo novo coronavírus no mundo todo. E o número total de mortes já chega a 265,8 mil.

O Brasil registrou 146 mil casos confirmados de Covid-19. Sendo o sexto país com o maior número de mortes no mundo (10 mil). Ficando atrás dos Estados Unidos (69,88 mil), Reino unido (31,24 mil), Itália (30,2 mil), Espanha (26,25 mil) e França (26,18 mil).

Fonte: Agência Senado
(Web editor: Renato Lu, editor)
Compartilhe on Google Plus

Postado por MARIO

0 comentários:

Postar um comentário

Adicione seu comentário sobre a notícia