SUV derivado do Renault KWID será lançado em Julho



Projeção foi feita com base nos últimos flagras do carro, mostrados abaixo
(Indian Autos Blog/Reprodução)

A data definida vale apenas para mercado asiático. Sem novidades para o Brasil, o SUV segue com chances de vir por conta da semelhança de projeto com Kwid.

Depois de ter a apresentação adiada, no salão do automóvel indiano Auto Expo 2020, o novo SUV compacto da Renault, baseado no Kwid, deve ser lançado oficialmente no mercado asiático em julho deste ano.

Dessa forma, a marca cumpre a promessa de seu CEO na Índia, Venkatram Mamillape, que afirmou no ano passado que o lançamento aconteceria no segundo semestre de 2020.

No entanto, a previsão se concretiza apenas nos países asiáticos, já que não há confirmação sobre sua chegada a outros mercados com o do Brasil.

Mas vale lembrar que a semelhança de Projeto e o compartilhamento de peças com o Kwid dão grandes chances dele desembarcar por aqui também.

Além disso, o mercado de SUVs compactos deve crescer com a chegada do VW Nivus e do Crossover Compacto Híbrido Flex prometido pela Toyota, dando mais um motivo para a Renault trazer o HBC – nome de projeto.

Mesmo com forte camuflagem é possível ver o conjunto óptico separado e os faróis no pára-choque.

Mesmo com forte camuflagem é possível ver o conjunto óptico separado e os faróis no pára-choque (Indian Autos Blog/Reprodução)

O SUV será produzido sobre a plataforma CMF-A+, mesma de Kwid e da minivan indiana Triber. Porém, o novo modelo deverá compartilhar a base alongada e usada na Triber, que possui 3,99 metros.

Dessa forma, o compacto se enquadrará entre os veículos com menos de quatro metros de comprimento que pagam menos impostos e são mais buscados no país asiático.
O balanço traseiro entrega um spoiler e a antena no estilo barbatana
(Indian Autos Blog/Reprodução)

Caso chegue ao Brasil, o SUV se posicionará entre Kwid (3,68 m) e Duster/Captur (4,33 m), ficando próximo do Stepway (4,07 m) no catálogo de veículos da marca francesa.

Poucas características foram descobertas sobre o modelo por conta das fortes camuflagens usadas. No entanto, é esperado que seu visual seja próximo do Kwid, mas um pouco mais encorpado.

A frente deve ganhar conjunto óptico com régua de luzes diurnas alinhada a grade frontal e separada do farol que será alojado no pára-choque, parecido com o que equipa a Fiat Toro.

O teto deve ser flutuante em black piano – como no irmão maior Captur. As rodas deverão ser de 16 polegadas com apliques nas caixas de roda.

Na traseira, o veículo pode ganhar as lanternas grandes e horizontais da minivan.

Já o motor deverá ser compartilhado do Nissan Micra (equivalente ao March na Índia). Um propulsor de três-cilindros 1.0 turbo de 90 cv e 15,3 mkgf de torque com transmissão manual de cinco velocidades ou então um CVT de seis marchas.
Compartilhe on Google Plus

Postado por MARIO PINHO

0 Comments:

Postar um comentário

Adicione seu comentário sobre a notícia