Jornal Correio da PB fecha as portas



Depois de 66 anos de circulação (desde 1953), fechou as portas, o mais tradicional, o de maior circulação, mais lido e independente jornal impresso de João Pessoa, o Correio da Paraíba.

Agora só permanece o Jornal A UNIÃO, que pertence ao governo do Estado da Paraíba e com circulação reduzida.

A história do Correio da Paraíba passa pela morte do sócio-proprietário do Sistema Correio de Comunicação, 
Paulo Brandão. Assassinado em 13 de dezembro de 1984. E que até hoje, ainda não foi desvendado.

O jornal já vinha demitindo funcionários desde 2016. Reduziu o número de páginas, dispensou colunistas e com a crise do novo Coronavírus não resistiu. Sua ultima edição, circulou sábado (4/4/2020).

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado da Paraíba e a Federação Nacional dos Jornalistas (FENAJ) emitiram nota lamentando o fechamento do jornal, que aconteceu às vésperas do Dia do Jornalista, que é comemorado em 7 de abril.
Compartilhe on Google Plus

Postado por Rogerio Almeida

0 Comments:

Postar um comentário

Adicione seu comentário sobre a notícia