Este é o Toyota Corolla Cross, SUV que será feito no Brasil

Projeto atende pelo código 740B e usará a mesma mecânica do sedã; veja mais detalhes

Muito já foi falado sobre o SUV que a Toyota vai fabricar no Brasil para, enfim, fazer parte do segmento mais aquecido do mercado nacional. Mas até agora o que se sabia sobre ele era apenas o código de projeto (740B) e o fato de que usará a plataforma do Corolla (TNGA), bem como seus motores 2.0 flex e 1.8 híbrido. Pois bem, enfim o mistério começa a se desfazer com o primeiro flagra do modelo na Tailândia, publicado pela página Thai Car Inside. Sim, ele será um carro global a ser vendido tanto na Ásia quanto na Austrália, além dos EUA e, claro, Brasil. 

Começando pelo flagra em si, o que vemos é o que nossos informantes ligados à Toyota diziam há tempos: um SUV maior e mais tradicional que o C-HR e, ao mesmo tempo, menor e mais simples que o RAV4. Apesar de bem camuflado, suas linhas aparentam ser tipicamente Toyota, com uma certa semelhança com o RAV4 na lateral e na traseira, dada pelas lanternas horizontais e estreitas que invadem a tampa do porta-malas. A placa fica na tampa, como no irmão maior. Ele também mostra parentesco com o recém-apresentado Yaris Cross (feito sobre a base do Yaris europeu, diferente do nosso), com os retrovisores presos às portas, embora seja claramente maior que este no comprimento, entre-eixos e também no balanço traseiro, que define o porta-malas. Uma terceira janela lateral, como no RAV4, aparenta estar por debaixo do disfarce da coluna C.


Ainda não há imagens da dianteira, mas pela foto podemos ver que ela será elevada como no Yaris Cross, tendo o capô com uma inclinação discreta até a base do para-brisa, para reforçar o "aspecto SUV" com um estilo imponente. O design deve seguir as mais recentes criações da Toyota, como o próprio RAV4. 

O Corolla Cross vai atuar entre o Yaris Cross e o RAV4, com soluções vindas dos dois modelos.

A apresentação do Yaris Cross nesta semana, aliás, também serviu para confirmar que a Toyota vai aproveitar o sobrenome "Cross" para designar o SUV de cada família de seus carros. Isso então decifra que o registro "Corolla Cross" feito na Austrália pertence ao projeto 740B, que também consta como em desenvolvimento para o país, conforme mostra o site Carsguide

Desenvolvido sobre a plataforma TNGA (assim como o Corolla, o RAV4 e o C-HR), o Corolla Cross tem previsão de lançamento global para o primeiro semestre de 2021. No Brasil, a produção ocorrerá na planta de Sorocaba (SP), que recebeu investimento da ordem de R$ 1 bilhão para produção deste novo modelo. Aliás, se o Nissan Kicks e-Power não chegar antes, ele poderá ser o primeiro da categoria a ter motorização híbrida (o mesmo 1.8 flex de 122 cv do Corolla). Para os mais tradicionais, haverá opção também do 2.0 de 177 cv do sedã. 

Embora ainda seja muito cedo para falar em preços, espere algo próximo da gama Corolla, assim como acontece na arquirrival Honda com Civic e HR-V. O HR-V, por sinal, deverá ser o principal concorrente tanto no Brasil quanto no mundo, possivelmente já em sua próxima geração (também prevista para 2021).

Compartilhe on Google Plus

Postado por MARIO

1 comentários:

  1. Caramba, acertei um dos meus palpites. Desde que saíram os primeiros rumores eu imaginava que a Toyota colocaria o nome “Corolla” em seu SUV compacto, de modo a não prejudicar a marca Corolla, haja vista que o sedan certamente perderá vendas após esse produto. Isso não é novidade na Toyota, basta ver as diversas variantes do Corolla que surgiram em outros mercados: Corolla Verso, Corolla Alex, Corolla Rumion, entre outras.

    O alívio é que esse SUV não será derivado do Yaretios. Já basta de Etios até a faixa dos 90 mil. Etios também na faixa dos 120 mil seria brincadeira.

    ResponderExcluir

Adicione seu comentário sobre a notícia