Navigation

Apesar da pandemia, o Brasil prevê colheita recorde de grãos em 2020


Em 2019, a produção agrícola do Brasil excedeu 6,6% em 2018 e em 2017. ( Youtube )

A produção de soja, milho e arroz, as três principais culturas do país, representará 93,1% de toda a produção agrícola este ano.

O Brasil, um dos maiores produtores de alimentos do mundo, planeja colher uma colheita agrícola de 245,2 milhões de toneladas em 2020, o que representa um volume histórico e 1,5% maior. de acordo com o recorde alcançado em 2019, apesar da pandemia de coronavírus, informou o governo na quinta-feira.

A projeção do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) foi realizada em março, quando começaram a ser implementadas no Brasil as primeiras medidas de restrição para conter o avanço do coronavírus, que já deixou 800 mortos e quase 16.000 casos confirmados no país. País.

Apesar do recorde esperado, a nova estimativa da agência estadual para a colheita de cereais, leguminosas e oleaginosas no país é 1,6% inferior à projeção apresentada em fevereiro.

Segundo o Ibge, a produção de soja, milho e arroz, as três principais culturas do país, representará 93,1% de toda a produção agrícola este ano e representará 87,3% da área total a ser colhida. .

Em relação à produção, o IBGE estima um aumento de 6,4% na colheita de soja, que deve totalizar 120,7 milhões de toneladas, e 3,6% na colheita de arroz, com um total de 10 , 6 milhões de toneladas a serem coletadas.

Por outro lado, a safra de milho deve registrar queda de 3,5% (97 milhões de toneladas), enquanto a de algodão herbáceo cairá 2,1%, para 6,7 ​​milhões de toneladas.

"A pandemia enfrentada pelo Mundo não afetou a situação da colheita Brasileira"

Informou a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) em um relatório divulgado nesta quinta-feira.

Em 2019, a produção agrícola do Brasil ultrapassou 6,6% em 2018 (226,5 milhões de toneladas) e em 2017 (238,4 milhões de toneladas), que até agora era a mais alta de todos os tempos gravado na história do país.

De acordo com o estudo do IBGE, a produção alcançará novamente recordes este ano, graças à expansão de 1,7% na área a ser colhida, que passará de 63,2 milhões de hectares em 2019 para 64,3 milhão de hectares em 2020.

O Instituto projetou um aumento de 1,9% na área colhida de milho, 2,4% na soja e 1,1% no algodão, enquanto a área dedicada ao cultivo de arroz diminuirá 1,6%.

Já para o café, o Brasil, maior Produtor e Exportador Mundial de grãos, espera uma produção de 3,5 milhões de toneladas (ou 57,6 milhões de sacas de 60 quilos) em 2020, representando um crescimento de 15,4 % do total produzido em 2019.

Quando começamos o PanAm Post para tentar trazer a verdade sobre a América Latina para o resto do mundo, sabíamos que seria um grande desafio. Mas fomos recompensados ​​pela incrível quantidade de suporte e feedback dos leitores que nos fizeram crescer e melhorar.

Faça parte da missão de espalhar a verdade! Ajude-nos a combater tentativas de silenciar vozes dissidentes e contribuir hoje.
Compart.

MARIO PINHO

Comente no post:

0 comentários:

Adicione seu comentário sobre a notícia