Air France-KLM transportam mais de 63 mil brasileiros


Air France-KLM transportam mais de 63 mil brasileiros e europeus para casa em meio à crise mundial

Operação entre Brasil e Europa continua, e companhias seguem focadas na repatriação de clientes aos seus países de origem ou residência e no transporte de cargas essenciais.

As equipes do Grupo Air France-KLM estão fazendo todo o possível para atender seus clientes, dando prioridade aos casos de repatriamento para seus países de origem ou residência. Desde 1° de março, a Air France e a KLM já transportaram 63.431 cidadãos de volta às suas casas, sendo 28.546 brasileiros, 11.578 franceses, 5.243 holandeses e 18.046 europeus. No período foram realizados 157 voos entre o Brasil e a Europa.

Em circunstâncias tão excepcionais, e apesar do impacto econômico causado por essa crise, a Air France e a KLM seguem operando as rotas de Paris ao Rio de Janeiro e São Paulo, e de Amsterdã para São Paulo. Junto com a GOL, parceira estratégica do Grupo desde 2014, temos conseguido manter o nosso alto índice de conectividade de São Paulo e Rio de Janeiro com os demais Estados brasileiros.

As companhias trabalham em estreita colaboração com os governos locais, franceses e holandeses com o objetivo de repatriar cidadãos pelo mundo, implementando soluções de transporte o mais rápido possível.

Em circunstâncias tão excepcionais, e apesar do impacto econômico causado por essa crise, a Air France e a KLM decidiram introduzir tarifas especiais para viajantes em voos de repatriação. Essas tarifas especiais estão disponíveis em voos operados por aeronaves das companhias, incluindo as rotas de e para o Brasil. As condições podem ser encontradas em airfrance.com e klm.com. E é recomendável que o cliente cheque as condições de entrada e saída dos países que pretende chegar ou conectar.

Se você já tem uma reserva da Air France ou da KLM e deseja ir para casa mais cedo, pode alterar a data da viagem pelos sites airfrance.com e klm.com, no aplicativo das companhias, nos call centers e canais temporários. Os viajantes que estão em um destino no qual as empresas não podem mais voar por restrições impostas pelos governos são aconselhados a entrar em contato com a embaixada ou consulado. Foram estabelecidos critérios de priorização para alinhar com as embaixadas as necessidades e as autorizações de voo especiais.

O Grupo Air France-KLM está totalmente comprometido com esta missão de repatriamento. Funcionários de todos os setores da empresa - segurança, agendamento de voos, centro de comando para crises, agentes comerciais, manutenção, colaboradores nos aeroportos, pilotos e tripulação de cabine - estão participando ativamente desse esforço solidário, e compartilham um senso de orgulho e compromisso por fazerem parte. Todos estão decididamente comprometidos em fornecer o melhor serviço possível, considerando as medidas se segurança e o distanciamento social.

Transporte de cargas essenciais

O transporte de cargas, nesse momento, tem tido uma importância ainda mais significativa durante a crise. As companhias têm sido protagonistas a nível global em trazer e levar itens necessários para o momento, como produtos farmacêuticos, matéria-prima para produção de medicamentos, equipamentos médicos, frutas, suprimentos e embalagens.

Além do aproveitamento do espaço no porão de aeronaves de passageiros, o Grupo também opera até cinco vezes por semana entre Amsterdã e o Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas, voos com aeronaves exclusivas aos carregamentos dos mais diversos. No total, desde 1° de março, foram transportados 3.870 toneladas de carga entre a Europa e o Brasil.

Canais alternativos para contato

Desde o surto de Covid-19, os canais de atendimento tradicionais das companhias - mídias sociais e call center - estão sobrecarregados. Como alternativa, disponibilizamos canais temporários para atender os pedidos de voucher de voos não utilizados ou solicitações de troca da data.

Os e-mails para contatos são:

mail.invol@airfrance.fr e mail.invol@klm.com.

Se você comprou uma passagem pelos canais diretos das companhias - sites, aplicativos, mídias sociais e call center - com embarque até 3 de julho de 2020 e teve seu voo cancelado ou não deseja mais viajar, basta enviar a solicitação indicando o motivo no assunto "Voucher referente aos voos não utilizados" ou "Troca de data", e informar o localizador da reserva, nome completo conforme emitido na passagem, telefone de contato com DDD e as novas datas de viagem desejadas. Os casos de viagens mais próximas terão prioridade de tratamento.

Se você comprou um bilhete em uma agência de viagens, é necessário entrar em contato com o seu agente diretamente para obter mais informações sobre tais procedimentos.
Compartilhe on Google Plus

Postado por silvioromerojornalista

0 Comments:

Postar um comentário

Adicione seu comentário sobre a notícia