Elza Soares recebe título de Doutora Honoris Causa da UFRS e será homenageada no Carnaval do Rio 2020

         Elza Soares recebe título de Doutora Honoris Causa na UFRS
          (Foto: Anna Ortega)

A cantora Elza Soares que recebeu o título de Doutora Honoris 
Causa pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRS),
 e entregue pelo Reitor Rui Vicente Oppermann, no final do 
ano passado, pela contribuição a arte brasileira e pela posição 
corajosa, na superação do racismo e no combate a 
perseguição das mulheres negras do Brasil, será a grande 
homenageada da Mocidade Independente de Padre Miguel, 
no carnaval carioca de 2020. 

   Magnífico Reitor Rui Vicente Oppermann (UFRS) entrega 
o Diploma de Doutora Honoris Causa a Elza Soares 
(Foto: Anna Ortega)

“Eu sou bisneta e neta de escravos. A minha bisavó Henriqueta 
foi uma escrava; a minha vó foi uma escrava; a minha mãe 
Rosária pegou o finalzinho da escravatura. Estou aqui 
representando elas, com muito orgulho e com muito respeito”, 
disse, em meio às lágrimas, Elza Soares.

carnavalesco Jack Vasconcelos (Foto: Divulgação) 

Com o enredo "Elza, Deusa Soares", a cantora de 89 anos, será 
o tema  da Mocidade. Segundo o carnavalesco da escola, Jack Vasconcelos, o enredo, que tem como uma das compositoras, 
Sandra de Sá, é muito esperado pela escola, pela torcida, pela 
crítica especializada. "Elza é uma deusa que veio do povo, e que representa todas as mulheres, que acordam cedo, que são donas 
do seu nariz, que não tem medo de nada, que segue para a luta e 
a conquista", afirmou Jack Vasconcelos.

      Elza Soares ( Foto: Flávio Dutra-UFRS)

Elza que já foi livro, filme e agora é enredo de escola de samba, 
diz que quer ver todos os momentos de sua vida na avenida.

A escola de samba vai contar a história da vida da cantora desde quando começou cantando no programa de calouros de Ary 
Barroso, nos anos 50. E em que o autor de Aquarela do Brasil, 
ao ver a moça franzina com cabelo para cima, perguntou de que planeta ela tinha vindo. Ao que Elza respondeu: "Eu vim do 
planeta fome".

A vida pessoal da cantora com o jogador Garrincha, e até a morte 
do filho do casal, aos 9 anos, será tema do desfile e a Mocidade 
está confiante que será a campeã do carnaval carioca de 2020.
Compartilhe on Google Plus

Postado por Rogerio Almeida

0 comentários:

Postar um comentário

Adicione seu comentário sobre a notícia