BRASIL ECO FASHION WEEK

A 3ª edição do maior evento de moda sustentável da América Latina
acontece nos dias 16, 17 e 18 de Novembro no Unibes Cultural


Confira alguns destaques do Brasil Eco Fashion Week (BEFW)


Desfiles - Slow Market Beauty - Oficinas

DESFILES
Serão realizados 18 desfiles, com a participação na passarela de cases como a marca paraibana Natural Cotton Color, a marca de upcycling ComasAhlma, de Carvalhal; e novidades como a multimarcas consciente Bemglô, de Glória Pires e Betty Prado, a biblioteca de roupas, Roupateca, a marca com DNA indígena Brasileiro, We'e'ena, e talentos autorais como Helena Pontes e Eneas Neto.

COMAS - São Paulo. Desenvolve peças com metodologia própria de upcycling. A principal matéria prima são camisas masculinas com pequenos defeitos, que não passaram no controle de qualidade de grandes marcas, e são transformadas em saias, vestidos, calças e blusas, pelo olhar da estilista Agustina Comas.

DEMODÉ - Maranhão. A DEMODÊ é feita de algodão orgânico e pensada para oferecer bem-estar e funcionalidade, criam roupas intimas e pijamas com modelagens próprias. O zelo depositado em cada coleção que produzem abraça pessoas que creem no objetivo de fazer se sentir parte de algo maior. É uma marca nordestina e é lá desde o início, que reunem pessoas singulares em diversas áreas de atuação, com o propósito de criar uma conexão entre o processo produtivo e a natureza.

SATYA BEACHWEAR - São Paulo. O nome que em sânscrito significa "Autenticidade", transcreve o intuito da marca em apresentar uma nova maneira de enxergar o beachwear. Todas as peças são elaboradas em tecidos tecnológicos e biodegradáveis com o diferencial do tingimento vegetal. A primeira marca de beachwear sustentável de luxo e com pigmentações naturais.

RGLOOR - Porto Alegre. A marca RGloor, surgiu com a intenção de oferecer roupas femininas de luxo sustentável focada no design e caimento. As peças são feitas com o cuidado de oferecer um produto de alta qualidade e estilo que poderá ser vestido por muitas estações. A sustentabilidade é um fator intrínseco da empresa.

RONALDO SILVESTRE - Minas Gerais. Designer formado pela universidade Federal de Londrina tem em sua marca projetos sustentáveis, inovação e empreendedorismo. Foi pioneiro no desenvolvimento e qualificação de projetos sociais em comunidades carentes: elaborando desde a linha de produção, o direcionamento e a viabilidade dos produtos, criando coleções de roupas e acessórios para cooperativas como a Justa Trama, Unisol Brasil, Cooperfashion, Futurarte, A Cara do Sertão, além do Instituto Tecendo Itabira.


FISALIS -- São Paulo. Marca que faz estreia no BEFW, Que tem como objetivo repensar as formas e experimentar estruturas.

NATURAL COTTON COLOR - Paraíba. Atuando há oito anos no mercado nacional, em 2003 escolheu como base de suas criações um produto ecológico: o algodão orgânico naturalmente colorido, cuja pluma já nasce com a cor do produto final, evitando assim a necessidade de tingimentos artificiais e químicos de acabamentos. O grupo Natural Cotton Color -- sob a liderança de Francisca Vieira -- além do algodão colorido, agrega aos seus produtos nos segmentos de moda feminina, masculina, infantil e decoração, um verdadeiro exército de plantadores de algodão colorido, rendeiras, bordadeiras e artesãos de toda região Nordeste do Brasil, sobretudo da Paraíba. Todos trabalham com remuneração digna e muita autoestima, constituindo assim um exemplo de Cadeia Produtiva sustentável social e ecológica na indústria da moda brasileira. Como novidade para esta edição a Linha Denim.

ENEAS NETO - Pará. Participante e finalista do Project Runway América Latina, Enéas desenvolve moda com seda de produção responsável, que recebe tingimentos e estamparia naturais, e é trabalhada com técnicas de modelagem com baixa geração resíduos. Para a confecção, contrata pequenos ateliês de costureiras e valoriza a mão de obra regional

USEVERSE - São Paulo. Em 2016, depois de quase 10 anos trabalhando no mercado tradicional da moda, a Magê percebeu que a falta de cultura nas empresas; excesso de fast fashion, falta de cuidado com o ambiente e as pessoas não representavam mais os seus valores. Respirou fundo e criou coragem para construir algo que acreditasse, que tocasse as pessoas...Uniu duas paixões: a de estilista com a de bailarina e surgiu a USEVERSE,

ROUPATECA - São Paulo. Você escolhe um dos planos e começa a ter acesso ao guarda-roupa da Roupateca, O acervo é construído de forma colaborativa, e passa pelo olhar cuidadoso das sócias Dani e Flavia. Os planos mudam de acordo com quantas peças você quer levar de cada vez.

JOUER COUTURE - São Paulo. Novo jeito de consumir, que combate o consumo desenfreado de roupas, coleções reduzidas com questionamento do porquê de consumir cada peça.

BEMGLÔ Loja física em São Paulo e loja online - Pioneira no formato de e-commerce com conteúdo sobre sustentabilidade, a BEMGLÔ foi criada em novembro de 2014, a partir da vontade dos amigos, a atriz Gloria Pires, Orlando Morais e Betty Prado de compartilhar práticas positivas e sustentáveis. O projeto começou inicialmente no online e em logo depois uma loja física. A BEMGLÔ atua como uma plataforma colaborativa que vende e conta a história de marcas responsáveis e alinhadas com o propósito de baixo impacto ambiental e slow fashion, nos segmentos de decoração, arte, moda, beleza, cosmética natural, bem-estar, artesanato, upcycling, design e café de pequenos produtores.

HELENA PONTES Pernambucana radicada no Rio de Janeiro. Helena Pontes cria roupa para quem gosta de design autoral, da sofisticação dos tecidos naturais, das peças bem cortadas e repletas de significado. É a partir dessa premissa que a designer pernambucana radicada no Rio de Janeiro desenvolve as coleções de sua marca homônima, apoiada no conceito do slow fashion.

MANUI - São Paulo. Manui Brasil é uma marca slow fashion que produz peças versáteis, atemporais e únicas. Cada peça carrega uma história, pois são feitas com tingimento natural e estampadas manualmente. É através da experiência do vestir de forma consciente que a marca expressa a sua visão de brasilidade.

WE'E'NA - Amazonas. Primeira marca de Roupa Indígena contemporânea, desenhada e projetada por uma Indígena Nativa, a artista plástica premiada We'e'ena TIKUNA. We'e'ena cujo nome significa "a onça que nada para o outro lado no rio", nasceu na Terra Indígena Tikuna Umariaçu no Amazonas, Alto Rio Solimões. A marca apresenta criações autorais com a aplicação de grafismos resultantes de profunda pesquisa da artista sobre os Grafismos Tikuna. Modernidade X Ancestralidade.

NUZ -- Marca com filosofia Slow Fashion Feminina de múltiplas formas.

CONTEXTURA - Rio Grande do Sul. Contextura é uma marca sul-brasileira de moda ética com filosofia slow fashion. As peças são projetadas através de processos artísticos para que se estabeleçam novas relações no usar. Tendo como base a textura como inspiração todas os designers são originais atemporais e oferecidos em edição limitada.

LEANDRO CASTRO - São Paulo. Graduou-se em 2015, no curso de Moda da Faculdade Santa Marcelina, aprofundou estudos na alfaiataria. Entre outras experiências, participou do projeto Trama Afetiva, da Fundação Hermann Hering em 2016, junto do qual participou da Feira MADE ARTE E DESIGN, no pavilhão da Bienal de São Paulo, em 2017. Interessado em novas maneiras de pensar e produzir roupas, dadas as preocupações em relação às questões naturais e humanas inerentes ao feitio do vestuário e processos produtivos e gerenciais. Realiza trabalhos independentes em Artes, Moda, Design e Publicidade.

AHLMA - Rio de Janeiro. Marca criada por André Carvalhal, produz coleções próprias e colaborações feitas 100% no Brasil com matéria-prima livre de origem animal e tecidos recuperados, reciclados ou certificados. As peças têm imagem contemporânea e high street, equilibrando versões minimalistas com outras mais extravagantes.


"Percebi que algumas coisas haviam perdido o sentido, minhas vontades haviam mudado. Eu mudei, me transformei em uma nova pessoa, com novos sonhos,desejos e projetos",
André Carvalhal

NATURAL COTTON COLOR APRESENTA SUA PRIMEIRA LINHA DENIM

A Natural Cotton Color acaba de desenvolver o Denim em parceria com o Instituto Senai de Tecnologia Têxtil e Confecção em João Pessoa - Paraíba, para o mercado de moda sustentável. Lançado com êxito na Première Vision Paris em setembro, será apresentado ao mercado nacional durante a Brasil Eco Fashion Week. O efeito visual que caracteriza o Denim lançado pela Natural Cotton Color é resultado da junção dos fios em duas cores totalmente naturais do algodão colorido da Paraíba -- o BRS topázio (bege) e BRS rubi (marrom), cultivares desenvolvidas pela Empresa Brasileira de Pesquisas Agropecuárias.



Compartilhe on Google Plus

Postado por silvioromerojornalista

0 comentários:

Postar um comentário

Adicione seu comentário sobre a notícia