Ceará sanciona lei que cria a Semana Estadual de Proteção aos Mangues

A comemoração ocorrerá sempre próximo ao dia 26 de julho de cada ano;
Ceará é o 8° estado com maior área de ocupação por mangues, com mais de 19 mil hectares.


Ceará é o 8º estado em área de mangues(Foto: AURÉLIO ALVES)

O governador Camilo Santana sancionou, na última terça-feira, 24, o Projeto de Lei nº. 436/2019, que estabelece a Semana Estadual de Proteção aos Mangues do Ceará. Com autoria do deputado estadual Acrísio Sena (PT), a matéria estabelece que a semana ocorra no período que compreender o dia 26 de julho de cada ano, data estabelecida como Dia Mundial de Proteção aos Manguezais.

O manguezal é um dos ecossistemas mais produtivos para o planeta. Peixes, moluscos, crustáceos e até aves passam pelo mangue para se reproduzir. Sua importância para a manutenção de bens e serviços é enorme, destaca o deputado. Além disso, tem papel importante na regulação e diminuição das emissões de carbono.

O projeto resultou de uma sugestão da ONG Ecomuseu Natural do Mangue e já havia sido aprovado na Assembleia Legislativa do Ceará, no último dia 12 de setembro. Segundo Acrísio, “o Brasil é o país com a terceira maior área de manguezais do mundo, abrigando a maior área contínua desse ecossistema no planeta. São berçários de diversas espécies e têm papel fundamental no combate às mudanças climáticas”, explica.

O Atlas dos Manguezais do Brasil de 2018, produzido pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), aponta que o Brasil possui mais de 1.3 milhão de hectares de mangue. O Ceará é o 8° estado com maior área de ocupação por mangues, cerca de 19.518 hectares.
Compartilhe on Google Plus

Postado por MARIO

0 comentários:

Postar um comentário

Adicione seu comentário sobre a notícia