Apple revela iPhone 11 com câmera dupla, design colorido e tela LCD

iPhone 11 é o sucessor do iPhone XR, custa a partir de US$ 699 e inaugura lente ultrawide na Apple



A Apple apresentou nesta terça-feira (10) os novos iPhones. O iPhone 11 é o modelo que entra no lugar do iPhone XR, com características mais simples, tela LCD de 6,1 polegadas e câmera dupla na traseira. A empresa também revelou seus dois aparelhos mais caros, batizados de iPhone 11 Pro e iPhone 11 Pro Max.

Embora a nomenclatura sugira uma renovação mais profunda, temos mudanças incrementais nos iPhones de 2019. No design, os aparelhos mantém a construção de vidro e metal, além do notch na parte superior da tela. O método de desbloqueio é o Face ID, que projeta pontos no seu rosto para fazer reconhecimento facial por meio da câmera TrueDepth e foi atualizado para se tornar mais rápido.

O iPhone 11 possui tela Liquid Retina de 6,1 polegadas com notch, alto-falante com suporte a Dolby Atmos para um som mais imersivo e visual parecido com o iPhone XR, em seis cores: preto, branco, lilás, verde, amarelo e vermelho. Sua bateria promete uma hora de autonomia a mais em relação ao antecessor.


A principal mudança em relação ao modelo anterior está em fotografia: em vez de uma única lente na traseira, temos um sistema de câmera dupla, sendo uma principal de 12 megapixels com lente de abertura f/1,8 e estabilização óptica de imagem; e uma ultrawide de 12 megapixels, abertura f/2,4 e campo de visão de 120 graus. A câmera de selfie tira fotos de 12 megapixels.

No software, a Apple desenvolveu um modo noturno, que permite capturar mais detalhes e cores vivas mesmo com pouca luz. É possível filmar em 4K a 60 quadros por segundo, inclusive com a câmera frontal, e o alcance dinâmico foi aprimorado em comparação com o modelo passado.



O processador é o Apple A13 Bionic. Como de costume, a empresa afirma que este é o “processador mais poderoso em um smartphone”. Segundo a Apple, a CPU é mais rápida que o Snapdragon 855 do Samsung Galaxy S10+ e o Kirin 980 do Huawei P30 Pro, enquanto o chip gráfico é mais poderoso que o presente no A12 Bionic — que, por sua vez, já tinha mais poder de fogo que os concorrentes com Android.

Nos Estados Unidos, o iPhone 11 será vendido com preços de US$ 699 (64 GB), US$ 749 (128 GB) ou US$ 849 (256 GB), sendo que haverá descontos para quem trocar seu iPhone antigo. A pré-venda em 30 países, o que não inclui o Brasil, começa na sexta-feira (13), com as entregas se iniciando em 20 de setembro.

Confira também os detalhes do iPhone 11 Pro e iPhone 11 Pro Max, que custarão até US$ 1.449.

Apple iPhone 11 – ficha técnica:

Tela:
LCD Liquid Retina HD de 6,1 polegadas com resolução de 1792×828 pixels, True Tone, brilho máximo de 625 nits, HDR10 e Dolby Vision;

Processador: Apple A13 Bionic com Neural Engine de terceira geração;

Armazenamento interno: 64 GB, 128 GB ou 256 GB;

Bateria: até 17 horas de reprodução de vídeo, 10 horas de streaming de vídeo e 65 horas de reprodução de áudio (carregador de 18 watts vendido separadamente);

Câmera frontal: TrueDepth de 12 megapixels com lente de abertura f/2,2, estabilização cinemática de vídeo e filmagem em 4K a até 60 fps;

Câmeras traseiras:
Principal: 12 megapixels (f/1,8) com estabilização óptica de imagem;

Ultrawide: 12 megapixels (f/2,4) com campo de visão de 120 graus;

Conectividade: 4G LTE Gigabit com MIMO 4×4, Wi-Fi 6 802.11ax com MIMO 2×2, Bluetooth 5.0, NFC, chip de banda ultralarga para reconhecimento espacial, dual chip (eSIM e Nano-SIM), Lightning;

Sistema operacional: iOS 13;

Peso: 194 gramas;

Dimensões: 150,9×75,7×8,3 mm;

Mais: certificação IP68 para resistência à água (profundidade máxima de até dois metros por até 30 minutos).
Compartilhe on Google Plus

Postado por MARIO

0 comentários:

Postar um comentário

Adicione seu comentário sobre a notícia