Ministro da Infraestrutura solicita veto a mala gratuita à Bolsonaro



Bolsonaro e Tarcísio Freitas  (Foto: Valter Campanato/Agência Brasil)

Depois de alguns técnicos do governo, agora é a vez do ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, que está  pressionando o presidente Jair Bolsonaro,  para que ele vete o despacho gratuito de bagagem em viagens de avião.

  Em maio, o Congresso Nacional aprovou a Medida Provisória 863/18, que liberou 100% de participação de capital estrangeiro nas empresas aéreas do país. Uma emenda no texto, também aprovada, retomou a gratuidade para bagagem de até 23 quilos em aviões com capacidade acima de 31 lugares, nos voos domésticos. O texto estabelece ainda a gratuidade de até 18 quilos para as aeronaves de 21 a 30 lugares, e de até 10 quilos para aviões com até 20 assentos.

O presidente tem até a próxima segunda feira (17/6) para sancionar ou vetar esta Medida Provisória 863/18, vetando ou aprovando a questão da gratuidade de bagagens. 

As companhias aéreas já lucraram milhões de reais com a cobrança de bagagens e algumas delas as passagens aéreas já saem mais baratas que os preços das bagagens. 

Vamos aguardar se o presidente vai vetar ou não esta cobrança que é mais um peso para o bolso do consumidor.



Fonte: Uol

Compartilhe on Google Plus

Postado por Rogerio Almeida

0 comentários:

Postar um comentário

Adicione seu comentário sobre a notícia