Governadora reafirma parceria para trazer turistas da Europa para o RN


Ao receber em audiência dois diretores da holandesa Corendon, a governadora Fátima Bezerra reafirmou nesta segunda-feira (01) o compromisso do governo do Estado de fortalecer a parceria com a prefeitura e com a iniciativa privada para estabelecer dois voos charters semanais de Amsterdã para Natal, a partir de novembro, quando começa a alta estação turística do Rio Grande do Norte.

A expectativa é de que a vinda de turistas da Europa represente um incremento de R$ 10 milhões mensais na economia do RN, gerando empregos direitos e indiretos, aumentando a arrecadação de tributos (ISS e ICMS) e movimentando 52 segmentos da cadeia econômica do turismo.


Na reunião, os diretores da Corendon, Win Woelders e Sjoerd de Kot, disseram que a empresa vai arcar com 70% dos custos da campanha publicitária que será lançada na Europa, cabendo os 30% restantes aos parceiros potiguares.

"Temos todo o interesse de fortalecer o turismo, que é um grande gerador de divisas e de empregos. Aproveito para reafirmar nosso compromisso de cumprir o que foi acordado. Espero que esse voo seja a porta de reinserção do Rio Grande do Norte no mercado europeu e que possa se tornar permanente", disse a governadora Fátima Bezerra.

"O Brasil e o RN passam por uma crise e precisamos encontrar alternativas para que haja mais dinheiro girando na economia. Precisamos de parcerias, com esta, para incrementar o turismo e gerar emprego, contribuindo para que possamos sair dessa crise", reforçou Marcelo Queiroz, presidente da Fecomércio - Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do RN.

O presidente da Associação Brasileiras da Indústria Hoteleira (ABIH/RN), José Odécio, lembrou que a parceria entre órgãos públicos e iniciativa privada é fundamental para viabilizar o voo. "O governo do Estado tem sido nosso parceiro primordial, assim como a Prefeitura do Natal. A promoção de destinos turísticos se faz de forma permanente e contínua. Não é fácil concretizar ações com essa. O voo é fundamental para o Rio Grande do Norte porque reabre o mercado de Europa do Norte, especialmente o mercado de um país rico, como a Holanda, e o da Bélgica também."

Odécio disse ainda que além do holandês e belga, existe a possibilidade de mercados vizinhos conhecerem o destino Rio Grande do Norte. "Se a operação for exitosa, certamente o voo, que tem duração inicial de seis meses, será prolongado por um período maior. É o que todos desejamos."

Além da governadora, do vice-governador Antenor Roberto, dos diretores da Corendon, do presidente da Fecomércio e da ABIH, também participaram da audiência o prefeito de Natal, Álvaro Dias, os secretários estaduais Ana Maria Costa (Turismo) e Fernando Mineiro (Gestão de Projetos), o secretário de turismo de Natal, Fernando Fernandes e a conselheira da ABAV, Francisca Assis Rosado.

Fotos: Ivanízio Ramos 
Compartilhe on Google Plus

Postado por MARIO

0 comentários:

Postar um comentário

Adicione seu comentário sobre a notícia