TAP LANÇA STOPOVER EM CINCO CIDADES BRASILEIRAS

Programa, que é sucesso em Portugal, será replicado no Brasil. Turistas poderão estender em até cinco dias a permanência no país sem custos adicionais.


Cerimônia de lançamento do Programa Stopover, da TAP Portugal, durante a BTL, em Lisboa.

Conhecer pelo menos dois destinos, sem custos adicionais e estender a permanência em até cinco dias no Brasil: este é o Programa Stopover que a companhia aérea portuguesa TAP lançou nesta quinta-feira (14), durante a Bolsa de Turismo de Lisboa, uma das principais feiras de turismo do mercado europeu. As primeiras cidades a participarem do programa são Recife (PE), Salvador (RJ), Fortaleza (CE), Rio de Janeiro (RJ) e Brasília (DF). A companhia informou que o programa deve ter início ainda no primeiro semestre deste ano.

O Programa Stopover pode funcionar como um acelerador do turismo internacional no Brasil. Como comparação, em Portugal, onde a companhia aérea já oferece o serviço, em 2018 foram pelo menos 150 mil passageiros que estenderam sua viagem, no maior hub da companhia na Europa.

O ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, reforça que o programa Stopover "é uma medida que fomenta todo turismo da região, movimenta a economia e gera empregos. Ganham todos: os turistas que ampliam as suas experiências no nosso país, os empresários e os empregados".

Para a Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo), a iniciativa "aquece a economia nas cidades brasileiras. É uma receita extra, uma oportunidade para os turistas conhecerem mais destinos, e permanecerem por mais tempo no País", celebra a presidente da Embratur, Teté Bezerra. "É uma nova proposta, que já deu certo na Europa, e começa a ser replicada no Brasil. São inovações importantes para o turismo nacional", completa a presidente da Embratur.

A TAP tem voos diretos para dez cidades de todas as regiões do país e voa para Brasil há mais de 50 anos. "Hoje é aniversário de 74 anos da TAP, nada melhor para comemorarmos que uma parceria com cinco importantes cidades brasileiras. Acreditamos que replicar o nosso bem-sucedido programa Stopover no Brasil em diversas capitais pode contribuir imensamente para o fomento do turismo internacional para o Brasil", afirma o presidente da TAP, Antonoaldo Neves.

O secretário de turismo de Pernambuco, Rodrigo Novaes, disse que "há anos temos investido na conectividade e na malha aérea, somos o aeroporto mais movimentado do Nordeste e esperamos que aumente em até 15% a entrada de turistas estrangeiros no estado de Pernambuco com o início do programa ".

Arialdo Pinho, secretário de Turismo do Ceará, acrescenta que "esta ação retrata o amadurecimento do destino Brasil, que busca inovar para atrair mais turistas estrangeiros". 

O secretário cearense diz ainda que "69% do público dos voos que chegam ao Ceará são ocupados por Europeus, portanto é um grande potencial para os turistas que visitam o País e que chegam ou decidem partir de Fortaleza, que é uma grande porta de entrada dos turistas deste continente".

O secretário de Turismo da Bahia, Fausto Franco, diz também que "são 40 anos de voos diretos para Salvador pela TAP. Essa parceria será fundamental para dar mais opções aos turistas estrangeiros chegarem ou saírem por nossa cidade, ainda podendo permanecer alguns dias usufruindo dos diversos atrativos".



O Rio de Janeiro também aderiu ao programa da companhia lusitana. Para o secretário de Turismo do estado, Otávio Leite é estratégico oferecer a milhares de passageiros a chance de conhecer novos destinos e também voltar aos preferidos. "O Rio entende que há uma grande perspectiva de ampliar o número de visitantes tanto na capital quanto no interior com este Stopover", afirma Otávio Leite.



"Brasília é a capital do nosso país, o centro das grandes decisões. Mas nós podemos ser muito mais, porque temos arquitetura, temos história, temos natureza, temos redes hoteleira e de restaurante de excelência, temos vida que vai além da política. Com essa parceria, estamos incrementando o potencial da nossa cidade para receber bem nossos visitantes", diz o governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha.
Compartilhe on Google Plus

Postado por Mario Pinho

0 comentários:

Postar um comentário

Adicione seu comentário sobre a notícia