Avianca atrasa pagamento de salários e sindicato dá ultimato




Uma assembleia geral foi realizada hoje(7/03) na sede do Sindicato Nacional dos Aeronautas (SNA) para discutir a regularização do pagamento do salário e das diárias de viagens de comandantes e comissários de bordo da Avianca Brasil, que está atrasados há alguns dias.


Durante a reunião, ficou decidido que o SNA enviará uma notificação à companhia cobrando o imediato pagamento dos salários de março (competência fevereiro) e das diárias referentes ao dia 7 de fevereiro —e ainda dos salários e diárias a vencer, sempre nas datas corretas, sob pena de multa de 10% sobre os valores. A companhia aérea terá até a próxima quarta-feira (13) para se manifestar. Caso contrário, o SNA convocará uma assembleia para deliberação sobre uma possível paralisação das atividades dos tripulantes.

Foram debatidos também o não recolhimento do FGTS e do INSS, o não pagamento dos valores referentes às férias, e o correto cumprimento dos pedidos de demissão voluntária (PDV) e licença não remunerada (LNR), além dos pedidos de demissão não realizados.

Procurada, a Avianca Brasil ainda não manifestou.


VOO ALTERNADONa noite de ontem (7), o voo O6 8512, que fazia a rota Guarulhos-Miami, precisou ser alternado para San Juan, em Porto Rico. A companhia aérea não explicou o motivo pelo qual o voo foi alternado, disse apenas que a aeronave fez um pouso técnico em San Juan às 8h54 de hoje.

Leia a nota da Avianca Brasil na íntegra:
“A Avianca Brasil informa que o voo O6 8512, que partiu do aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos, nesta quinta-feira, 7, às 00h09, com destino ao Aeroporto Internacional de Miami, fez um pouso técnico em San Juan (Porto Rico), às 08h54.

A companhia reforça que está prestando todo suporte e assistência aos seus passageiros, trabalha para reduzir ao máximo o incômodo causado pela ocorrência e para que todos cheguem o mais breve possível no destino.”

Panrotas
Compartilhe on Google Plus

Postado por MARIO

0 comentários:

Postar um comentário

Adicione seu comentário sobre a notícia