COM A CORDA NO PESCOÇO, MINISTRO APRESENTA PROPOSTAS PÍFIAS

Ministro entrega ao presidente Bolsonaro propostas para impulsionar setor


Durante encontro realizado em Brasília, ministro apresentou conjunto de soluções para aumentar participação do turismo na economia brasileira

O ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, apresentou ao presidente da República, Jair Bolsonaro, um pacote de medidas para impulsionar o turismo no país. O encontro ocorreu no início da tarde desta quarta-feira (20) e teve como objetivo apresentar as soluções para os principais gargalos do setor: melhoria do ambiente de negócios para atração de investimentos, aumento da conectividade aérea e ampliação do número de visitantes estrangeiros no Brasil.

Entre as propostas apresentadas estão a isenção do visto para cidadãos americanos, australianos, canadenses e japoneses que desejam conhecer destinos brasileiros. Segundo dados da Organização Mundial do Turismo, ações de facilitação do visto podem ampliar em até 25% o fluxo de viajantes de outros países. O ministro também defendeu a criação das Áreas Especiais de Interesse Turístico a partir da identificação de áreas prioritárias para atração de investimentos, seguindo o exemplo de Cancún, no México.

Com as medidas, a Pasta espera que sejam gerados dois milhões de empregos, além de ampliar o número de estrangeiros de 6,6 milhões para 12 milhões e incluir 40 milhões de brasileiros no mercado doméstico de viagens. As metas estabelecidas fazem parte do Plano Nacional do Turismo 2019-2022. A proposta também inclui, ao longo dos quatro anos de gestão, a ampliação da receita gerada pelos estrangeiros de US$ 6,5 bilhões para US$ 19 bi.

“Tenho absoluta convicção de que essas medidas são o que faltam para que o turismo em nosso país dê um salto definitivo em direção a um novo patamar, sendo responsável por um novo clico de geração de riqueza, emprego e renda em todo o território nacional. O presidente Jair Bolsonaro acredita no trabalho que está sendo desenvolvido e estou confiante na adoção dessas iniciativas”, afirmou o ministro.

Outro assunto abordado foi a transformação da Embratur em Agência de Promoção Turística Internacional, possibilitando uma gestão moderna, ágil e inovadora e permitindo a parceria com a iniciativa privada. Também fazem parte do documento apresentado ao presidente a modernização da Lei Geral do Turismo, as diretrizes de Gestão Turística dos Patrimônios Mundiais reconhecidos pela Unesco e a entrega de terrenos e prédios da União, com potencial turístico, para a gestão do ministério.

PARCERIAS INTERMINISTERIAIS - Dando prosseguimento ao pacote de medidas, Marcelo Álvaro Antônio se reúne ainda nesta quarta-feira com os ministros das Relações Exteriores, Ernesto Henrique Fraga Araújo, e da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, para debater assuntos em comum que têm impacto na atração de turistas e investidores para o Brasil.
Compartilhe on Google Plus

Postado por Mario Pinho

0 comentários:

Postar um comentário

Adicione seu comentário sobre a notícia