Réveillon em Noronha repete tradição e atrai celebridades, turistas e moradores da ilha

(Foto: Divulgação)

Se a superstição recomenda muita luz, cores e energia positiva para se despedir do ano velho e entrar com o pé direito no Ano Novo, as 2.300 pessoas que deram as boas vindas a 2019 no Réveillon da Pousada Zé Maria, em Fernando de Noronha, já passaram no primeiro teste. 

A festa manteve a tradição de 28 anos e, inspirada no tema Zé, Mar de Alegria, consagrou-se, mais uma vez, como uma das mais animadas e concorridas do país. Marcaram presença formadores de opinião e celebridades, como o ex- jogadores da Seleção Brasileira, Kaká ( acompanhado da namorada Carol Dias), a cantora Paula Fernandes e o namorado, Gustavo Lyra, a blogueira Camila Coutinho, além dos atores Paulo Vilhena, Bruno Glagliasso e Giovana Ewbank. 

No Réveillon da Zé Maria, a contagem não foi regressiva, e sim progressiva, comandada pelo anfitrião, o pousadeiro Zé Maria Sultanum. Do palco principal, pediu que todo mundo ficasse concentrado nas boas energias, enquanto contava de 1 a 8, a chegada de 2019.  Antes, mandou recados. “Podem fazer o que quiser. Tentaram boicotar o nosso réveillon, mas, juntos, nós vamos continuar fazendo o melhor réveillon do país”, sem revelar para quem foi a mensagem.  
Paula Fernandes, Ze Maria Sultanum e Gustavo Lyra - Foto: Keila Costa

A tecnologia fez a diferença. Foi utilizada, por exemplo para atender a recomendação do Ministério Público Federal, de que o réveillon na ilha não deveria ter fogos de artifício para não perturbar pássaros e evitar incêndios. Na hora da virada, no lugar da tradicional queima de fogos, houve chuva de serpentinas e projeções com imagens de um show pirotécnico em telões e painéis.  Deu certo. Não faltaram as boas vibrações e, claro, os brindes. 

O cenário foi pensado especialmente para o evento. Foi montado com painéis gigantes, com detalhes pintados com tinta neon, que ganharam efeitos reluzentes e reproduziram as maravilhas do Mar de Fernando de Noronha. Tudo realçado por efeitos de projeções de vídeo mapping, destacando uma enorme baleia com 15 metros de comprimento por 6,5 de altura, montada no palco principal. Também teve golfinhos, tartarugas, corais e muitos peixes.


Eduarda Dubeux e Victor Carvalheira - Foto: Ariel Martini
Já na entrada da festa, a sensação foi a de que, a partir daquele instante, os convidados iriam dar um mergulho no universo marinho. A cenografia agradou e surpreendeu. O artista plástico e muralista Thiago Mazza, de Minas Gerais, executou o projeto e montou, com painéis em madeira, um gigante quebra-cabeças.    

Os painéis serão doados pela Pousa Zé Maria a Escola Arquipélago e ao Centro Integrado Bem me Quer, ambas instituições públicas de ensino para estimular e inspirar os alunos a enveredarem cada vez mais no universo da arte e da cultura.

NAS PISTAS    

E se o cenário encantou, os Djs não deixaram ninguém parado. E  eles foram muitos. Animaram a pista, Djs Tkilla, Sardinha, Marcinho, Dudu Linhares e Pedro Almeida, além do saxofonista Rodrigo Sha e do percussionista, Paulo Campos.

Enquanto rolava o show de luzes, música e cores, era servido o tradicional banquete, com 148 opções de pratos (quentes e frios). Antes de servir, o pousadeiro Zé Maria reuniu toda a equipe que trabalhou na cozinha para comemorar o fim da maratona gastronômica, que consumiu 4,5 toneladas de alimentos. 

Se o convidado chegou cedo, por volta das 20h, ou preferiu pintar na festa um pouco mais tarde, não importa. A ordem foi turbinar a animação, garantir a resistência e, com muita música, esperar o primeiro de janeiro de 2019. Sendo assim, missão cumprida. 

O evento é uma parceria da Pousada Zé Maria, da Agência Cavalheira e do Portal Amo Noronha.

Com informações da assessoria de imprensa
Compartilhe on Google Plus

Postado por Jefferson Victor

0 comentários:

Postar um comentário

Adicione seu comentário sobre a notícia