Família de alimentos Tony ganha primeira fábrica de hambúrguer do Norte/Nordeste



Fipel Frigorífico Industrial investe em novos equipamentos, produtos e empregos e inaugura este mês ampliação de fábrica em Igarassu que eleva capacidade de produção para mais do que o dobro do processo anterior



O melhor sinal de desenvolvimento ocorre quando uma família toma a decisão de criar novos membros. E a família Tony não para de crescer. O ano de 2019 foi escolhido como mais um divisor de águas na história do Fipel Frigorífico Industrial. Aos 22 anos de existência, a empresa de alimentos processados localizada no município de Igarassu (PE) inaugura uma nova expansão que dobra sua capacidade de produção e traz o lançamento de novos produtos, entre eles, a primeira fábrica de hambúrguer do Norte/Nordeste do Brasil. A inauguração aconteceu em dia 26 de janeiro.

Há duas décadas Tony tem sido uma opção nutritiva e saudável de alimentos que reúnem qualidade, praticidade, sabor e preço competitivo. É a concretização de um sonho de uma empresa genuinamente pernambucana cujos produtos estão cada vez mais presentes na mesa e na cozinha dos brasileiros. Sua diversificada linha ganha agora o incremento de hambúrguer, toscana e linguiça fina, que se somam aos já existentes salsicha hot dog, mortadela, salsichão, salsicha viena, linguiça calabresa, mortadela de frango, embutido cozido, linguiça e salsicha premium, salsichão sabor churrasco, salsicha de aves, salsichão de aves, linguiça de frango, linha speciale, lanche de frango e mortadela.

Para esta nova fase, o Fipel Frigorífico Industrial investiu em uma ampliação de suas instalações, em Igarassu, cidade a 27 quilômetros do Recife, que permite o aumento de mais de cem por cento de sua produção. Em área de fabricação, a empresa passa dos atuais 2 mil metros quadrados para 3,3 mil metros quadrados. Os itens já produzidos pela empresa, que somam mais de 1 mil toneladas por mês, devem chegar a 2 mil toneladas/mês. Isso sem contar a nova linha de congelados com hambúrguer (mais 500 t/mês), toscana (mais 200 t/mês) e linguiça fina (também mais 200 t/mês). Somente para se ter uma ideia do crescimento do Fipel, a produção diária atual equivale ao que se fabricava mensalmente há apenas oito anos.

Tamanha expansão reflete direta e imediatamente no número de empregos gerados pelo acréscimo na produção. O quadro de funcionários, que gira em torno de 350 trabalhadores, chegará a 500 pessoas quando o Fipel atingir o máximo de sua capacidade de fabricação.

Acesse o site www.produtostony.com.br e confira em detalhes os produtos Tony e deliciosas receitas.

Compartilhe on Google Plus

Postado por Fernando Lagreca

0 comentários:

Postar um comentário

Adicione seu comentário sobre a notícia