Passa em branco os 20 anos da TAP em Fortaleza


TAP liga Fortaleza à Europa há 20 anos

O Ceará viveu grandes momentos na aviação comercial em 2018, com a implantação de voos nacionais e internacionais. O fato mais relevante foi a instalação do HUB Air France/KLM/Gol, com voos diretos de Fortaleza para Paris e Amsterdâ


O Airbus A-310 pousou em Fortaleza no dia 30 de março de 1998

Pouca gente se lembra de outro acontecimento marcante ocorrido no setor aéreo, há 20 anos, quando o mercado ainda era carente e Fortaleza tinha pouca visibilidade internacional. No dia 30 de março de 1998, a TAP pousou no Aeroporto Internacional Pinto Martins, iniciando uma frequência regular semanal, ligando Fortaleza a Lisboa em voo direto, com chegada às segundas-feiras, às 5h55. Daqui o voo seguia para Recife e retornava para Lisboa na terça-feira, saindo de Fortaleza às 19h05.


A companhia portuguesa foi a primeira de bandeira internacional a iniciar voos regulares para a capital cearense, com uma particularidade: o menor tempo de voo entre o Brasil e a Europa – seis horas e 55 minutos na ida e sete horas e 15 minutos na volta.


Snelius Fiúza, estudioso de aviação, com a tripulação FOTOS: João Justino (Reprodução)

O voo inaugural teve uma recepção festiva, na sala VIP Internacional do Aeroporto Pinto Martins. O Airbus A-310 pousou às 5:45, com lotação completa, 198 pax. Entre os passageiros estavam três diretores da TAP, que foram recebidos pela secretária de Turismo do Ceará, Anya Ribeiro. No salão, decorado com peças promocionais da TAP, foi servido um café da manhã. O avião e a data do voo foram destaques nas garrafinhas de areia colorida.


Passageiros da TAP desembarcando em Fortaleza

Desembarcaram em Fortaleza 44 passageiros. Os demais seguiram para Recife, mas foram convidados para o café, receberam chapéus de palha e ouviram músicas sertanejas apresentadas pelo sanfoneiro Azeitona, que na época fazia sucesso nas noites de Fortaleza.


Snelius Fiúza com o comandante na cabine do Airbus

A comitiva da TAP estava assim constituída: diretor geral adjunto, Manoel Bagorro; diretor geral para a América do Sul, Fernando Sanches; diretor comercial Brasil/Argentina, Carlos Madeira. Entre os convidados estavam o presidente da Associação Brasileira de Agências de Viagens do Ceará (Abav-CE), Valmir Rosa Torres; o superintendente da Infraero, Welington Moura; e jornalistas.


A jornalista Edgony Bezerra entrevistando o diretor Carlos Madeira

Para a jornalista Edgony Bezerra, o diretor Carlos Madeira falou da importância do Nordeste para a TAP, que já atuava neste mercado há 31 anos. Manoel Bagarro falou da necessidade de se aumentar a oferta para a região, o que ele esperava que fosse feito por uma companhia brasileira, e sugeriu a Transbrasil. Para incrementar as vendas e a divulgação, a TAP instalou escritório em Fortaleza. A procura cresceu, o mercado tornou-se forte e os voos passaram a ser diários.
Compartilhe on Google Plus

Postado por Mario Pinho

0 comentários:

Postar um comentário

Adicione seu comentário sobre a notícia