Pagamento do 13º salário terá impacto positivo na economia

(Foto: Google - Reprodução)

A poucos dias do início do pagamento do 13º salário, previsto para esta sexta-feira, dia 30 de novembro, o benefício deve injetar na economia brasileira mais de R$ 211 bilhões na economia brasileira até o final do ano, de acordo com dados do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese). Segundo o órgão, essa quantia é equivalente a cerca de 3% do Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil. 

Para a professora de economia da Faculdade Mackenzie Rio, Michelle Nunes, a circulação do abono de fim de ano vai ter um impacto positivo na economia do país.

"A entrada do benefício extra para os trabalhadores que trabalham no mercado formal deve aquecer a economia e dar um fôlego para os comerciantes no fim deste ano e no início do próximo, mesmo levando em conta que muita gente deve usar parte do dinheiro para pagar dívida atrasada", explica.
 
Segundo ela, a época natalina é a que mais movimenta dinheiro na economia e quando há maior circulação de dinheiro, o que reflete a maior capacidade econômica da região.
 
"Parte dos recursos do 13º salário deve ficar nas capitais que concentram a maioria dos empregos formais, de aposentados e pensionistas, que é o Sudeste, seguido do Sul do país", analisa.
 
O pagamento do 13º pode ser feito em duas parcelas. Por lei, a primeira deve ser depositada até 30 de novembro. O prazo máximo para a empresa depositar a segunda é no dia 20 de dezembro.

Compartilhe on Google Plus

Postado por Redação Fácil

0 comentários:

Postar um comentário

Adicione seu comentário sobre a notícia