O mais famoso restaurante japonês do mundo é inaugurado no Brasil

Fachada (Foto: Divulgação)
Nobu Jardins (Foto: Divulgação)


O preço dos pratos é um dos mais altos, mas a fama e a qualidade da comida supera tudo. Depois de  mais de 24 anos, quando foi inaugurado em Nova York, em sociedade com o ator Robert de Niro, chega ao Brasil, mais precisamente nos Jardins (SP), o mais famoso restaurante japonês do mundo, o Nobu.



O chef Nobu Matsuhisa (Foto: Divulgação)


                              Chef Nobuyuki (Nobu) Matsuhisa Foto: divulgação

Combinando a culinária japonesa e peruana e depois de meses de espera finalmente foi inaugurado anteontem  (14/11), nos Jardins em São Paulo, este restaurante do chef Nobuyuki (Nobu)  Matsuhisa e que passou a ser a  primeira filial na América do Sul. 

A mistura da culinária peruana à japonesa se deve ao fato de que o chef Nobu começou sua carreira em Lima, na década de 70.  


Salão - 1o andar (Foto: Divulgação)                 salão do primeiro andar do Nobu Jardins (Foto:divulgação)

Nesta casa brasileira os sócios são Ester (dona do Trabuca Bar, no Itaim em SP) e Denis Endo e Fabiano Gomes e na gerencia operacional Lucas Santi que fizeram um investimento de 9 milhões de reais.


Os sócios Fabiano Gomes, Ester Endo, Denis Endo e o gestor operacional Lucas Santi (Foto: Divulgação)
  sócios Fabiano Gomes, Ester e Denis Endo e o gerente operacional Lucas Santi 
                                                               (Foto: divulgação)

O chef Nobu que não veio para a inauguração possui mais de 30 restaurantes com seu nome pelo mundo e o Nobu Style é sinonimo hoje da cozinha japonesa contemporanea.

O cardápio é o mesmo encontrado nas unidades de Nova York, Dubai ou Moscou com pequenas substituições nos ingredientes.

Ah e o preço é praticamente similar às unidades localizadas nas diversas partes do mundo.  

SERVIÇO

Nobu 
R. Haddock Lobo, 1.573, Jardins
Horário de funcionamento: 19h/23h (qui., sex. e sáb., até 0h; fecha seg.)
Compartilhe on Google Plus

Postado por Rogerio Almeida

0 comentários:

Postar um comentário

Adicione seu comentário sobre a notícia