Linha 4-Amarela do METRO SP, recebe exposição fotográfica sobre atletas paralímpicos brasileiros



Intervenção artística destaca as modalidades e seus melhores esportistas nacionais

No mês em que se comemora o Dia do Atleta Paralímpico, 22 de setembro, a Estação Higienópolis-Mackenzie da Linha 4-Amarela de metrô de São Paulo recebeu, de 10 de setembro a 1 de outubro, a mostra “Os grandes nomes do esporte paralímpico”. A exposição, que apresenta fotografias de atletas do esporte adaptado, é uma parceria entre a ViaQuatro, concessionária responsável pela operação e manutenção da linha, e o Comitê Paralímpico Brasileiro.

As imagens mostram a garra e o esforço dos atletas durante as competições dos Jogos da XV Paralimpíada, realizados no Rio de Janeiro, em 2016. A competição paralímpica é o maior evento internacional para atletas com deficiência. Na competição Rio 2016, última edição dos jogos, foram mais de 4 mil atletas de 176 países e 23 esportes em disputa.

As fotografias em exibição na Estação Higienópolis-Mackenzie apresentam os atletas que são destaque em 18 modalidades paralímpicas e que poderão representar o Brasil na próxima edição dos Jogos Paralímpicos, na cidade de Tóquio, em 2020. Os esportistas foram retratados em competições de diversas modalidades como atletismo, canoagem, futebol de cinco, judô e natação.

Abertura da exposição

No dia 10 de setembro, às 11h, aconteceu a abertura da exposição, na Estação Higienópolis-Mackenzie. Para marcar a ocasião, estavam presentes dois medalhistas paralímpicos: a judoca Alana Maldonado, deficiente visual medalha de prata nos Jogos Paralímpicos Rio 2016; e o nadador Daniel Dias, que tem má formação congênita e ganhou quatro ouros, três pratas e dois bronzes também na Rio 2016 e seis ouros no Campeonato Mundial do México.

Serviço
Exposição “Dia do Atleta Paralímpico”
Estação Higienópolis-Mackenzie
10 de setembro a 1 de outubro


Sobre a ViaQuatro:
A ViaQuatro é a concessionária responsável pela operação e manutenção da Linha 4-Amarela de metrô de São Paulo e o primeiro contrato de PPP (Parceria Público-Privada) assinado no país. Na América Latina, a Linha 4-Amarela é pioneira no uso do sistema driverless, operação automática sem a presença de condutor dentro do trem, que permite a supervisão permanente de velocidade, conferindo mais segurança e precisão à operação.
Compartilhe on Google Plus

Postado por Mario Pinho

0 comentários:

Postar um comentário

Adicione seu comentário sobre a notícia