Concerto gratuito celebra 60 anos da Banda Sinfônica do Recife nesta quarta-feira (31)

(Foto: Wesley D'Almeida/Arquivo PCR)

Nesta quarta-feira (31), a Banda Sinfônica do Recife celebra 60 anos de atividades com um concerto gratuito e aberto ao público, no Teatro de Santa Isabel.  A apresentação, oferecida pela Prefeitura do Recife, por meio da Secretaria de Cultura e da Fundação de Cultura Cidade do Recife, começa às 20h, no Teatro de Santa Isabel. Os ingressos serão distribuídos, na bilheteria do teatro, a partir das 19h.

O repertório preparado pelo maestro Nenéu Liberalquino para o concerto festivo será inspirado como sempre e destacará três solistas entre os 70 componentes da Banda. Vai também render uma homenagem a Weydson Fernandes Lins, músico e integrante da Banda recém-falecido. A cereja do bolo de 60 anos será uma composição inédita de Nenéu, especialmente criada para a ocasião.
A apresentação começará com música erudita. A primeira peça a ser executada será Second Suite, in F opus 28, nº 2, de Gustav Holst, composta em 1911 em quatro movimentos: March; Song without Words "I'll Love my Love"; Song of the Blacksmith; e Fantasia on the "Dargason".
Do sempre prestigiado repertório da Música Popular Brasileira, foram escolhidas: Ponteio, de Edu Lobo e Capinam, com arranjo de Hudson Nogueira; Maluquinho, composição e arranjo de José Menezes, com solo de clarinete de Erilson Oliveira; e Nêga, de Afonso Teixeira e Waldemar Gomes, com arranjo de Adail Fernandes.
O programa da apresentação seguirá com Strawflower, de Ralph Hermann, que será executada com solo de sax alto de outro músico da Banda Sinfônica: Eliúdo de Souza. E Rhapsody for Flugelhorn and Symphonic Band, de Sammy Nestico, que também contará com um solo, desta vez de flugelhorn, tocado por Fabinho Costa.

Para o final do concerto, o maestro Nenéu Liberalquino reservou uma surpresa: Tributo à BSR, música e arranjo compostos por ele, em homenagem às seis décadas de atividades da Banda Sinfônica do Recife. "Esse aniversário celebra, dentre tantas coisas, a total cumplicidade entre nós: regente, músicos e público", celebra, desde já, Nenéu.
Compartilhe on Google Plus

Postado por Redação Fácil

0 comentários:

Postar um comentário

Adicione seu comentário sobre a notícia