Bolsonaro erra ao se confrontar com a Folha em entrevista no Jornal Nacional



Revi a entrevista do presidente eleito ao Jornal Nacional. Me chamou a atenção a reverência e a educação que o Bonner o tratou dessa vez. 

Fez perguntas fortes, mas sem qualquer sinal de revanchismo. Porém, Bolsonaro não precisava dizer que não vai colocar propaganda oficial na Folha de São Paulo. Passou recibo e o momento agora não é de abrir flancos de disputa. Isso se faz no modo silencioso e com autoridade. 

A imprensa tem o direito de errar e de escolher seu candidato, como a Folha e as Organizações Globo fizeram, por proporcionar um verdadeiro massacre sobre o candidato do PSL, totalmente desproporcional com o candidato Haddad. 

O maior antídoto contra a mentira é o trabalho. E o presidente eleito terá que se acostumar com essa cobrança.
Compartilhe on Google Plus

Postado por Redação Fácil

0 comentários:

Postar um comentário

Adicione seu comentário sobre a notícia