O jornalismo brasileiro perde uma das mais competentes profissionalistas



A apresentadora do TV Jornal Meio Dia,Graça Araújo faleceu neste sábado (8), após ter uma morte cerebral. A jornalista também comandava o programa de rádio Livre, da Rádio Jornal. Ela sofreu um acidente vascular cerebral na última quinta-feira (06).
Graça sofreu o AVC enquanto se exercitava em uma academia em Boa Viagem, bairro da zona sul do Recife. Ela foi atendida rapidamente e levada para o Hospital Esperança, onde foi internada na Unidade de Terapia Intensiva.


A notícia do falecimento aconteceu através do Hospital Esperança. “A direção médica do Hospital Esperança Recife informa o falecimento da jornalista Graça Araújo às 12h55 de hoje, ocasionada por um AVC hemorrágico extenso. A pedido da família, com o objetivo de preservar este momento, não haverá pronunciamento da equipe médica que acompanhou a paciente”.
Graça Araújo, que tinha como nome de batismo Maria Graciliane Araújo da Silva, nasceu em Itambé. Município da Zona da Mata de Pernambuco. Em São Paulo, estudou jornalismo, e pensou em ser correspondente, mas decidiu voltar a Pernambuco

Nota 

A Associação da Imprensa de Pernambuco (AIP) expressa profundo pesar pelo falecimento da jornalista Graça Araújo, do Sistema Jornal do Comercio de Comunicação, e solidariza-se com a sua família, amigos e colegas de trabalho diante da prematura e irreparável perda.
Graça Araújo foi uma jornalista que transmitia ética e coerência. Apaixonada pelo ofício, apurava as notícias exaustivamente para o telejornal, onde permaneceu à frente por 26 anos, e no programa Rádio Livre. Garantindo sua credibilidade.
Em 2015, foi homenageada pela AIP, na Casa da Imprensa no Carnaval de Olinda. No último dia 27 de agosto, atendendo pedido da entidade proferiu palestra no 3º Seminário de Comunicação Contemporânea, quando falou sobre o seu método e rigor na apuração do noticiário, garantindo à precisão da informação. 
Graça parte deixando um legado de zelo e cuidado com as fontes e a firmeza de posições. Um olhar diferenciado sobre a importância do jornalismo na sociedade.  
A AIP decreta luto de três dias.
Fonte: AIP
Compartilhe on Google Plus

Postado por silvioromerojornalista

0 comentários:

Postar um comentário

Adicione seu comentário sobre a notícia