Candidato tucano, Beto Richa, é preso pela Lava Jato em Curitiba



O ex-governador do Paraná Beto Richa (PSDB) foi preso nesta terça-feira (11), em Curitiba. Ele é candidato ao Senado. A esposa de Beto Richa, Fernanda Richa, e Deonlison Roldo, que é ex-chefe de gabinete do ex-governador, também foram presos.As três prisões são temporárias, com validade de cinco dias.


Nesta manhã, foi deflagrada a 53ª fase da Operação Lava Jato e também uma operação do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco). Ainda não se sabe por qual operação Beto Richa foi preso.

Batizada de “Piloto”, a 53ª etapa da Lava Jato cumpre 36 mandados judiciais em Salvador (BA), São Paulo (SP), Lupianópolis (PR) Colombo (PR) e Curitiba (PR).

De acordo com a Polícia Federal (PF), o objetivo da investigação é a apuração de suposto pagamento milionário de vantagem indevida no ano de 2014, pelo Setor de Operações Estruturadas do Grupo Odebrecht.
Compartilhe on Google Plus

Postado por Jefferson Victor

0 comentários:

Postar um comentário

Adicione seu comentário sobre a notícia