Viagens dos EUA para o Brasil são positivas em 2018 ( US bound travel to Brazil are bright)



Danielle Clouzet, CEO da América do Sul da Interamerican Network (Foto: divulgação)


Apesar de uma recente queda no número de voos, a perspectiva de longo prazo em relação as viagens dos EUA para o Brasil, é brilhante, segundo Danielle Clouzet, CEO da América do Sul da Interamerican Network.

(Despite a recent drop in the number of flights, the long-term outlook on US travel to Brazil is bright, according to Danielle Clouzet, CEO of South America on the Interamerican Network).


O número de visitantes brasileiros aos Estados Unidos em 2017 teve uma queda de 7%, devido a recessão econômica, a crise política e a desvalorização da moeda brasileira, o Real.

(The number of Brazilian visitors to the US decreased by 7% in 2017, due to an economic recession, political crisis and the devaluation of the Brazilian currency, the Real).

Para 2018, o cenário já começa a mudar, com o Brasil saindo da recessão econômica, segundo o Banco Mundial, a próxima eleição presidencial e a possibilidade do país ingressar no Visa Waiver Programa que muito ajudará em reverter o quadro de visitantes brasileiros aos Estados Unidos.

(By 2018, the scenario is already starting to change, with Brazil emerging from the economic recession, according to the World Bank, the upcoming presidential election and the possibility of the country joining the Visa Waiver Program, that could help in reverting the number of Brazilian visitors to the US.)

O Brasil como o maior mercado emissor da América Latina também apresenta uma expectativa muito positiva em 2018, no número de visitantes dos Estados Unidos e de outros países.

(Brazil as the largest tourism market in Latin America, also has a very positive expectation in 2018, with the increase number of visitors from the United States and other countries.)


Corte da fita do voo inaugural de Fortaleza direto para Paris e Amsterdam pela Air France- KLM e apoio da Gol Linhas Aéreas (Foto: Rogério Lima).

(Cut of the ribbon for direct flights from Fortaleza to Paris and Amsterdam by Air France-KLM and support by GOL (Photo by Rogério Lima).

Nordeste do Brasil, que ainda não possui nenhum voo direto dos Estados Unidos, começou neste mês de maio, ligação direta de Fortaleza e Recife para Paris e Amsterdam pela Air France-Klm e apoio Gol Linhas Aéreas.

(Northeast of Brazil, which does not have any direct flight from the United States, began this May, connecting flights from Fortaleza and Recife directly to Paris and Amsterdam by Air France-KLM and support by Gol Linhas Aéreas.).

Embratur (Brazilian National Travel & Tourism Office) prevê um crescimento a partir de 2018 de um total de 1.843.000 visitantes ao Brasil em 2022. Além de um aumento de 5% no numero de chegadas e cerca de 3% nos anos subseqüentes.

(Embratur (Brazilian National Travel & Tourism Office) forecasts a growth from 2018 of a total of 1,843,000 visitors to Brazil in 2022. In addition to a 5% increase in the number of arrivals and about 3% in subsequent years.)

Euromonitor International, baseado no Latin America Outlook 2018, relatório da Interamerican Network, aponta que o Brasil se tornará o quinto maior consumidor mundial em 2023.

(Euromonitor International, based in Latin America Outlook 2018, Interamerican Netwtork report points out that Brazil will become the fifth largest consumer in the world in 2023)

E o número de viagens de luxo aumentará 11%, sendo os Estados Unidos um dos 10 principais destinos.

(And the number of luxury travel will increase by 11%, with the United States one of the top 10 destinations.)

Ainda segundo o Euromonitor International, 36% dos brasileiros desejam incluir o ecoturismo, viagem de aventura e outras atividades ao ar livre nos roteiros de viagem.

According to Euromonitor International, 36% of Brazilian want to include ecotourism, adventure travel and other outdoor activities on travel itineraries).

Os principais destinos dos brasileiros em 2018 são: New York, Orlando, Las Vegas e Miami.

(Top US destinations for Brazilians in 2018: New York, Orlando, Las Vegas & Miami.)

Fonte: Euromonitor International, IPWDaily & Latin America Outolook 2018- Interamerican Network)



Compartilhe on Google Plus

Escrito por Rogerio Almeida

0 comentários:

Postar um comentário

Adicione seu comentário sobre a notícia