Espetáculo Infantil Ambientalista presta uma homenagem a Estamira




Peça infantil faz reflexão sobre o meio ambiente, em Ipanema


               Após uma temporada de sucesso no Rio de Janeiro em 2018, no Teatro Municipal Gonzaguinha, o espetáculo Meu Ambiente encerrará a temporada neste domingo (13) no Teatro Laura Alvim, em Ipanema. 

A peça Meu Ambiente é uma abordagem ambientalista que utiliza a linguagem teatral para propor uma nova maneira de encarar a natureza. O homem moderno observa que a natureza possui sua própria dinâmica, seu encadeamento e seu equilíbrio, constantemente modificados pela ação humana e compreende o meio ambiente como recurso e elemento da dinâmica social, indispensável para o homem.

O espetáculo "Meu Ambiente" dissemina informações ambientais e os conceitos de preservação buscando no desenvolvimento pessoal e na mudança de gestos individuais a renovação da consciência social e das atitudes globais. Demonstra a relação entre o homem e a natureza e apresenta, com a mesma metodologia, a relação entre as ferramentas e as letras, o que resulta na conscientização do tema e em uma proposta efetiva de ações em prol da preservação do meio ambiente.



Criado e concebido pela primeira vez em 2002, o espetáculo teve sua pré-estreia no Jardim Botânico do Rio e sua primeira temporada no Solar do Jambeiro, em Niterói. Na carreira do espetáculo estão teatros como Ziembinski, Teatro Popular de Niterói, SESC São Gonçalo, entre outros.

O espetáculo conta a história de dois meninos espertos e conscientes de sua importância no mundo e que planejam salvar o Planeta da ação inconsequente e destrutiva do homem. Nossos personagens, Pedro e João, decidem iniciar uma grande campanha educativa através do plantio de árvores, no próprio colégio onde estudam.

Para tanto, recebem o apoio do entusiasta Prof. Vivaldino e de sua colega Mafalda, mas encontram resistência em uma estranha professora que tenta impedir a realização da programação estabelecida pelo grupo.  A despeito dos percalços e obstáculos, os meninos avançam em seus planos até se depararem com o Sr. Estranho que, a serviço do Sr. Xileno, um empresário muito rico, confisca as sementes do plantio das árvores.
Pedro e João enfrentam, assim, a estranha Prof. Maleta, o Sr. Xileno e o Sr. Estranho.  Desmascarados todos os vilões, as sementes são recuperadas e a campanha segue até que o planeta esteja a salvo. O espetáculo presta uma pequena homenagem a Estamira Gomes de Souza, conhecida por protagonizar documentário homônimo, foi uma senhora que apresentava distúrbios mentais, vivia e trabalhava (à época da produção do filme) no aterro sanitário de Jardim Gramacho , local que recebe os resíduos produzidos na cidade do Rio de Janeiro. Tornou-se famosa pelo seu discurso filosófico, uma mistura de extrema lucidez e loucura, que abrangia temas como: a vida, Deus, o trabalho e reflexões existenciais, acerca de si mesma e da sociedade dos homens.




FICHA TÉCNICA
Texto e Direção: Carrique Vieira
Trilha Sonora: Pedro Paulo Dimitrov
Figurino: Carrique Vieira
Costureira: Ida Franco
Cenário: Ópera Prima Teatral
Adereços: Ópera Prima Teatral
Produção: Carrique Vieira e Fernanda Brasil Schmidt
Iluminação: Jorge Raibolt
Fotografia e Vídeo : Otávio Castellani
Divulgação: Fernanda Brasil Schmidt
Programação Visual: Frederico Mayer e Eliandro Melo
Operador de som: Jonathan Fontella
Operador de Luz: Célio Franco

ELENCO
Jeremias Flores - Xileno
Júlia Carino – Mafalda
Fernanda Abí-Ramia– Mãe
Adriano Filizzola- Estranho
Isis Macedo – Maleta
Marcus Vinicius – Professor Vivaldino
Adriano Xavier  – José - Pai
Jean Maciel – Pedro
Felipe Magoulas – João
Tatiana Corrêa – Jupira
Voz em Off -  Sílvia Carvalho

SERVIÇO:
12 e 13 de maio de 2018
Sábado e Domingo às 16h
INGRESSOS –
R$ 40,00 inteira R$ 20,00 meia (estudantes e terceira idade)
Teatro da Casa de Cultura Laura Alvim
Avenida Vieira Souto, 176 – Ipanema – Rio
Informações Teatro : 2332 2015
Funcionamento da bilheteria
Terça a sexta das 16h às 21h
Aos sábados das 15h às 21h
Aos domingos das 15H às 20h
CAPACIDADE – 186 lugares e 4 cadeirantes
Duração: 60 minutos
Censura Livre

Compartilhe on Google Plus

Escrito por Roberta Monteiro

0 comentários:

Postar um comentário

Adicione seu comentário sobre a notícia