Nutricionista dá dicas de como se alimentar bem antes e durante o carnaval para não perder o pique

Foto: Banco de Imagem (Denise Vilar)
Durante prévias e no carnaval é comum acumular várias horas sem dormir e descansar de forma adequada, frequentar lugares com muita gente onde circulam vírus diversos tipos também. Tudo isso pode contribuir para colocar em risco a saúde, então, cuidar bem da alimentação antes e durante a folia, para garantir o sistema imunológico sempre funcionando bem e assim não perder a festa é muito importante, informa a nutricionista Fabrícia Padilha, coordenadora do curso de Nutrição da Faculdade Pernambucana de Saúde (FPS). 

“Coma bastante frutas e vegetais de formas variadas, dê preferência aos sucos no lugar dos refrigerantes e modere o consumo de bebidas alcoólicas” são as dicas de Fabrícia para quem quer brincar sem perder o pique.

A nutricionista listou uma série de dicas importantes para tentar seguir e se manter disposto e com a saúde em dia para aguentar até depois da quarta-feira de cinzas:

Principais cuidados com a alimentação durante o Carnaval

- Alimente-se antes de sair de casa, mas evite alimentos muito pesados e gordurosos, pois retardam o processo de digestão, deixando aquela sensação de barriga pesada.

- Prefira carnes magras, queijos magros e leite e derivados na versão desnatada, pois estes evitam a sensação de peso no estômago e a digestão lenta;

- Beba muito líquido durante a folia, pois é preciso se hidratar corretamente. Além da água, opte também por água mineral (por questões higiênicas), água de coco, suco de frutas ou então isotônicos para reposição dos minerais perdidos com a transpiração excessiva.

- Nos dias seguintes à festa, procure recuperar as horas de sono perdidas e aproveite para repousar. Além do descanso, é necessário também se alimentar com bastante frutas e legumes, que são alimentos ricos em vitaminas, minerais e fibras, possuem baixo valor calórico e repõem os principais nutrientes eliminados no suor;

- O consumo de bebidas alcoólicas deve ser moderado e nunca com o estômago vazio. Para isso, intercale os drinks com água e petiscos, como castanhas, amendoim ou azeitonas.

Deve-se ingerir algum alimento pelo menos a cada três horas de folia. O problema, muitas vezes, é a escolha do alimento.

- Fora de casa, dê preferência a sanduíches leves (sem frituras e condimentos, por exemplo) feitos na hora ou alimentos industrializados que sejam mais práticos, pois assim previne-se o risco de uma intoxicação ou toxinfecção alimentar.

- Quanto à higiene, se possível, não consuma os famosos churrasquinhos, cachorros-quentes, queijos-coalho e frituras: o risco da qualidade desses alimentos não ser boa é muito alto.

Algumas dicas podem ser valiosas quando for consumir alimentos fora de casa:

- Observe as condições de higiene e a limpeza do ambiente/estabelecimento;

- Observe a higiene do vendedor (se ele manuseia o dinheiro e o alimento sem lavar as mãos, por exemplo);

- Não ignore seu olfato: se algo não cheira bem, é porque não deve estar bem.
Compartilhe on Google Plus

Postado por Jefferson Victor

0 comentários:

Postar um comentário

Adicione seu comentário sobre a notícia