FENACTUR - NOTA DE REPUDIO




NOTA DE REPUDIO

Caros amigos e dirigentes das mais influentes instituições que reúnem o trade turístico nacional e, em especial, os AGENTES DE VIAGENS – verdadeiros baluartes do turismo, nacional e internacional -.

Sem o árduo trabalho dos AGENTES DE VIAGENS certamente não haveria a divulgação dos inúmeros roteiros turísticos (nacionais e internacionais), não existiriam os diversos seguimentos de turismo, tais como, turismo de passeio, turismo de aventura, turismo de negócios, etc.. 

Baseado nisso e tendo chegado ao conhecimento da FENACTUR de que a CIA DELTA AIRLINES, de modo sorrateiro e em verdadeira afronta aos princípios comerciais que devem nortear as relações comerciais, particularmente aquelas que devem prevalecer entre os chamados "parceiros de negócios", aliado ao fato de que, no mínimo, deve prevalecer ética e respeito concorrencial é que nos causa espécie em saber que uma Companhia Aérea Internacional do quilate da DELTA AIRLINE se arvora no direito de adotar práticas comerciais desleais, mediante anuncio em seu sítio eletrônico, conclamando aos consumidores para que adquiram passagens áreas diretamente naquele canal eletrônico, em flagrante desrespeito e prejuízo ao trabalho que é feito por mais de 25.000 AGENTES DE VIAGENS espalhados pelo território nacional.

Nesse contexto, a FENACTUR, como entidade nacional que congrega 25 (vinte e cinco) sindicatos de turismo, espalhados por todo o território nacional, os quais, por sua vez, representam TODOS os Agentes e Agências de Viagens Brasileiros, não poderia deixa de se pronunciar e tampouco compactuar com tamanha ofensa ao livre exercício da atividade empresarial dessa grandiosa classe econômica, impondo-se, em consequência a adoção de medidas extremas, até que a situação retorne ao "status quo".

Diante de tamanha afronta só nos resta conclamar a TODOS os Agentes de Viagens para que deixem de vender passagens da CIA DELTA, afinal de conta existem outras Cias. Áreas que cobrem os mesmos os destinos ofertados por ela.

Vamos reunir forças e demonstrar, não só a importância do trabalho dos AGENTES DE VIAGENS, mas, também, a necessidade de respeito à lealdade concorrencial e a tão propalada "parceria comercial".



São Paulo, 22 de fevereiro de 2018



MICHEL TUMA NESS

Presidente da Fenactur 

Vice Presidente da CNTur
Compartilhe on Google Plus

Postado por Mario Pinho

0 comentários:

Postar um comentário

Adicione seu comentário sobre a notícia