Milionários no Brasil pode crescer 81% até 2022

Foto: Época Brasil
O número de milionário no Brasil poderá chegar a 296 mil até 2022, o que representará uma alta de 81% ante os atuais 164 mil brasileiros com mais de US$ 1 milhão. A projeção é do banco Credit Suisse. 

O relatório estima que o Brasil apresentará o segundo maior aumento no número de milionários crescimento entre 23 países analisados, perdendo apenas para a Argentina, cuja previsão é de uma alta de 127%, para 68 mil milionários. Na sequência, estão Índia (52%) e Rússia (49%). Pela metodologia do estudo, são considerados milionários os indivíduos com ativos avaliados em mais de US$ 1 milhão, excluindo a residência principal. Pelas estimativas do banco, em 5 anos o Brasil pode contribuir com US$ 1,6 trilhão para engordar o bolo de riqueza mundial e atingir cerca de US$ 4 trilhões em ativos em termos reais. 

O "Global Wealth Report 2017" projeta uma taxa de crescimento no número de milionários de 54% na América Latina, enquanto que na África o incremento será de 73%. A média global para os próximos 5 anos é de alta 22%. A expectativa é que o número de milionários no mundo suba dos atuais 36,5 milhões para 44 milhões de pessoas. 

A perspectiva para o segmento milionário é mais otimista do que para a base da pirâmide (com faixa de riqueza de menos de US$ 10 mil por adulto), cuja previsão do banco é de uma queda de apenas 4%. 

Os Estados Unidos concentram atualmente o maior número de milionários no mundo (15,35 milhões), seguidos por Japão (2,69 milhões), Reino Unido (2,19 milhões), Alemanha (1,96 milhão) e China ( 1,95 milhão). 
Compartilhe on Google Plus

Escrito por Equipe Redação

0 comentários:

Postar um comentário

Adicione seu comentário sobre a notícia