Mercedes é assaltada na saída de Interlagos. E Hamilton se revolta: “Todo ano é a mesma coisa”


Membros da equipe Mercedes de F1 foram assaltados tão logo deixaram o Autódromo de Interlagos na chuvosa noite da última sexta-feira (10). 

Ninguém foi ferido, embora Lewis Hamilton, que não estava na van que foi abordada pelos ladrões, disse que houve tiros. O tetracampeão se revoltou com mais um episódio do tipo em São Paulo: “Não tem desculpas”.

Profissionais das equipes da Mercedes e da Williams sofreram tentativa de assalto. Não houve feridos pelos primeiros relatos, mas a situação gerou uma crítica dura de Lewis Hamilton. O tetracampeão usou as redes sociais para externar a preocupação com a falta de segurança na região do circuito paulistano. Já que não é a primeira vez que profissionais da F1 são vítimas da violência em São Paulo.
 
Por meio de seu perfil no Twitter, Hamilton revelou que os criminosos chegaram a disparar tiros no momento da abordagem na van que trazia os membros da Mercedes. Além disso, as pessoas ficaram na mira das armas. Ainda que ninguém tenha se referido, alguns pertences foram roubados como relógios e até passaportes.
Compartilhe on Google Plus

Escrito por Mario Pinho

0 comentários:

Postar um comentário

Adicione seu comentário sobre a notícia