Grupo Rio Quente compra a Costa do Sauípe


Piscinas com águas termais são algumas das atrações do Rio Quente, em Goiás


Aquisição de R$ 140,5 milhões com recursos próprios faz parte da estratégia do grupo para se tornar um gigante no segmento de resorts no Brasil 

O Grupo Rio Quente comunica a aquisição do empreendimento Costa do Sauípe (sujeita à aprovação do Cade), localizado em Mata de São João (BA), por R$ 140,5 milhões, com recursos próprios. Com esta compra, o Grupo dobra seu tamanho e se torna um dos maiores grupos nacionais do segmento, oferecendo ao turista duas opções de complexos de lazer e convenções: uma de praia, na Bahia, e outra de campo, em Goiás.


A negociação agrega ao portfólio do grupo mais seis hotéis, com 1.564 apartamentos, além de estrutura para eventos de 40 salas (3.900 m²) e uma arena (5.125 m²) que acomodam 3.500 pessoas. A aquisição contemplou ainda as 15 quadras de tênis, a área kids (4.000 m²) e a Vila Nova da Praia. Com a compra, o grupo passa a contar com 12 hotéis e mais de 2.700 unidades habitacionais.


Costa do Sauípe foi vendida ao Grupo Rio Quente

O grupo usará sua expertise na administração dos três parques que já possui no Rio Quente – Hot Park, Parque das Fontes e Eko Adventure Park – para intensificar o sucesso do destino que já é sinônimo de diversão, aventura e negócios no Nordeste; além de atrair mais turistas e ampliar suas fontes de receitas.


Para Francisco Costa Neto, CEO do Grupo Rio Quente, esta aquisição contribuirá, de forma efetiva, para a expansão das operações do grupo, ampliando as ofertas aos turistas com um novo destino de experiência. “Queremos elevar o trabalho que vem sendo desenvolvido em Sauípe nos últimos anos. Estamos confiantes que os nossos 50 anos de experiência na área de turismo, lazer, entretenimento e time share contribuirão para que, juntos, sejamos um gigante no segmento de resorts no Brasil.”, complementa Neto.


Vista aérea do complexo turístico Rio Quente

Todo o processo de compra teve duas importantes consultorias envolvidas: a Mapie, especialista na área de turismo e hotelaria, e a Cypress Associates, que atua na área financeira.


Atualmente, o Grupo Rio Quente tem um complexo turístico em Rio Quente, uma operadora de viagens e uma empresa de gestão de férias compartilhadas que, juntas, prevêem um faturamento de R$ 386 milhões em 2017. O complexo em Goiás é composto por seis hotéis e três parques, que recebem uma média de 1,5 milhão de visitantes por ano. O grupo é ainda pioneiro no modelo de férias compartilhadas, contando atualmente com 26 mil associados no Rio Quente Vacation Club. Para 2018, o grupo prevê faturar R$ 675 milhões, sendo R$ 240 milhões provenientes da operação de Sauípe.


GRUPO RIO QUENTE


Controlado pelas holdings Algar (Uberlândia-MG) e FLC Participações e Investimentos S/A (Goiânia-GO), o Grupo Rio Quente iniciou sua história em 1964 e está estruturado em quatro frentes de negócios complementares - Hospitalidade, Entretenimento, Operadora Turística e Vacation Ownership. No total, o grupo opera um complexo turístico com uma área superior a 497 mil m² que recebe cerca de 1,5 milhão de visitantes por ano em Goiás, sob as marcas Rio Quente Resorts, Hot Park, Eko Aventura Park, Rio Quente Vacation Club (RQVC) e o In Casa Residence Club.
Compartilhe on Google Plus

Escrito por Mario Pinho

0 comentários:

Postar um comentário

Adicione seu comentário sobre a notícia