Governo Federal vai investir mais de R$ 700 milhões em infraestrutura turística


O Ministério do Turismo também está contemplado no Programa Agora, é Avançar, lançado nesta quinta-feira (09) pelo presidente da República, Michel Temer, em Brasília. Ao todo, 22 obras de infraestrutura da Pasta serão atendidas pela iniciativa com o aporte de R$ 736,3 milhões até 2018. Os recursos não estão sujeitos ao contingenciamento do orçamento do governo.

Das 22 obras sob responsabilidade da Pasta, cinco preveem a reforma ou construção de centros de convenções. As cidades de Natal (RN), São Paulo (SP), Balneário Camboriú (SC), Aracajú (SE) e Salvador (BA) serão as beneficiadas e devem melhorar sua capacidade para receber congressos e eventos, movimentando o Turismo de Negócios na região. De acordo com levantamento da Associação Internacional de Congressos e Eventos (ICCA, na sigla em inglês), o Brasil continua sendo o país da América do Sul que mais sediou eventos – 244 no continente.

“O governo federal dá um importante passo para gerar empregos, renda e melhorar a qualidade de vida dos brasileiros. A retomada de importantes obras de infraestrutura turística irá impactar no turismo do país, atraindo mais turistas e melhorando a experiência nos destinos. Acredito que em breve colheremos os bons resultados desse investimento tanto no turismo de negócios como também no de lazer”, afirmou o ministro do Turismo, Max Beltrão.

As obras contemplam ainda a duplicação e restauração de rodovias que levam a destinos turísticos bem como sinalizações turísticas. Além disso, a construção da Fábrica do Samba e do Autódromo de Interlagos, ambos em São Paulo, também fazem parte do Programa e receberão prioridade para conclusão.

AVANÇAR – O objetivo do programa é retomar a execução de mais de 7.439 mil obras de infraestrutura que estão paradas em todo o Brasil. Para isso serão investidos R$ 130,97 bilhões até o próximo ano, recursos do Orçamento Geral da União, do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) e de empresas estatais. Além das obras contratadas com o Ministério do Turismo, outros projetos têm forte impacto no setor, como os investimentos em 43 aeroportos e 11 portos.
Compartilhe on Google Plus

Escrito por Mario Pinho

0 comentários:

Postar um comentário

Adicione seu comentário sobre a notícia