Comércio eletrônico espera faturar R$ 2,1 bi no Dia das Crianças


O comércio eletrônico brasileiro deve movimentar R$ 2,1 bilhões no Dia das Crianças. É o que projeta a Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm). De acordo com a entidade, esse montante representa um crescimento de 5% em relação ao mesmo período de 2016. 

No total, a expectativa é que as lojas virtuais brasileiras recebam oito milhões de pedidos, com tíquete médio de R$ 269. As categorias mais buscadas devem ser "Brinquedos", "Eletrônicos", "Moda e Acessórios", "Informática" e "Esporte e Lazer". 

A estimativa leva em conta as compras realizadas entre os dias 25 de setembro e 11 de outubro. "O e-commerce brasileiro registra um ritmo muito bom de crescimento, o que deve se refletir nesta data. Os lojistas prepararam promoções e condições especiais a fim de serem mais atrativos para seus consumidores neste momento econômico", comenta Mauricio Salvador, presidente da ABComm. O crescimento de 5% nas vendas nesse período é menor do que a média do ano, de 12%. 

Segundo Salvador, o motivo é que o tíquete médio dessa data é mais baixo, uma vez que categorias de valor mais elevado, como Eletrodomésticos, Móveis e Acessórios Automotivos, não tem representatividade nesse período. 

Além disso, a crescente participação dos marketplaces e dos smartphones nas vendas online, tem contribuído para redução do tíquete médio. Por outro lado, a frequência de compra tem aumentado.
Compartilhe on Google Plus

Escrito por Equipe Redação

0 comentários:

Postar um comentário

Adicione seu comentário sobre a notícia