Matrícula em universidades particulares cai em 2017

     diretor executivo da  Associação  Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior (ABMES), Sólon Caldas  (Foto: divulgação)
Pela primeira vez em uma década as matrículas em universidades particulares caíram. O Brasil possui 8 milhões  de universitários, dos quais mais de 70% estão na rede particular e está muito longe de cumprir a meta de possuir um terço dos estudantes na Universidade.
Pela primeira vez em 10 anos, as matrículas nas universidades particulares foram reduzidas, tendo como motivo a crise econômica, o desemprego e as restrições nas regras do FIES ( Fundo de Financiamento Estudantil),  programa do Ministério da Educação que financia cursos superiores não gratuitos. 

O número de contratos do FIES foi reduzido de  732 mil    em 2014  para  203 mil no ano passado
“Falta uma política de financiamento e maior incentivo para que os jovens possam arcar com as mensalidades. Esse número vem caindo ano a ano, e provavelmente, isso vai continuar a acontecer” , disse o diretor executivo da  Associação  Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior (ABMES), Sólon Caldas.


Compartilhe on Google Plus

Escrito por Rogerio Almeida

0 comentários:

Postar um comentário

Adicione seu comentário sobre a notícia