Alagoas é o Estado que mais inaugura hotéis no Nordeste


Ações do Governo do Estado, como a redução de impostos para atração de empreendimentos e novos voos, foram decisivas para expansão do setor.
Texto de Thiago Tarelli

"Alagoas tem se destacado no que tange os empreendimentos em hotelaria. Acredito que seja a primeira em inauguração de hotéis, em segundo a Paraíba, os outros nem tanto", contou o diretor comercial da CVC, Clayton Armelin. A afirmação foi feita durante a inauguração de mais um empreendimento hoteleiro no Estado, nesta terça-feira (19).

O Hotel Porto Jatiúca, em Maceió, é o quinto inaugurado em Alagoas este ano. O governador Renan Filho e o secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico e Turismo, Helder Lima, prestigiaram o evento de abertura oficial das atividades do empreendimento, que contou com incentivos fiscais provenientes do Programa de Desenvolvimento Integrado do Estado de Alagoas (Prodesin) para sua implantação.

Com capacidade de 342 leitos, o empreendimento hoteleiro representa um investimento de R$ 25 milhões, gerando mais de trezentos empregos, sendo sessenta diretos e outros duzentos e setenta indiretos. Como este, outros 14 hotéis estão em construção no Estado, outros três em expansão e cinco empreendimentos estão sendo prospectados para Alagoas.


À frente da Rede Porto de Hotéis, que possuiu outros dois empreendimentos na capital, o empresário Ralph de Paiva Vasco conta que o incentivo do Prodesin foi essencial para o desenvolvimento do projeto. "É uma das coisas essenciais para o desenvolvimento do projeto porque reduz bastante os custos de nossos equipamentos mais pesados, reduz cerca de 80%. Com esse dinheiro pudemos investir em equipamentos, como uma área de T.I. [tecnologia da informação] fantástica e um sistema de luz e água que gera uma economia de 30% nos gastos", conta o empresário.

A expansão hoteleira no Estado não é um evento isolado no segmento turístico, mas é mais um indicativo do bom desenvolvimento do Destino Alagoas em nível nacional. Ainda segundo o diretor comercial da CVC, Clayton Armelin, as vendas para o Estado cresceram 9% no acumulado do ano, em relação a 2016.

"Este ano nós já tivemos um crescimento de 9% nas vendas para Alagoas, no acumulado do ano. Esse número é fantástico em um ano de crise. Nós vamos ter reuniões para planejar ações ainda sobre esses últimos quatro meses do ano. Queremos chegar à faixa entre 10% e 12% de crescimento no fim do ano sobre o ano passado que foi 240 mil passageiros", contou Cleiton Armelin.

O secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico e Turismo, Helder Lima, ressaltou o impacto das ações do Governo do Estado para os bons indicadores do segmento turístico em Alagoas.

"O país vem atravessando uma crise econômica que afetou também o turismo em todo o Brasil. Tanto que alguns destinos, como Bahia, Natal e Ceará, tiveram hotéis fechando nesse período. Neste cenário, Alagoas tem alcançado sucesso que é fruto de parceira entre poder público e o trade turístico. O Governo de Alagoas, por exemplo, impulsionou esse sucesso com a redução de imposto do ICMS sobre o QAV, combustível das aeronaves, com isso o Destino se tornou muito mais atrativo para as companhias aéreas, ampliando também o benefício fiscal para voos fretados, que representaram, somente no ano passado, 16% do fluxo em nosso aeroporto", explicou Helder Lima.
Compartilhe on Google Plus

Escrito por Mario Pinho

0 comentários:

Postar um comentário

Adicione seu comentário sobre a notícia