Programa Peixe-boi registra o nascimento de mais um filhote em Alagoas

Recuperação da vida marinha tornou-se possível graça as ações do Projeto Toyota APA Costa dos Corais.



O nascimento de mais um filhote de peixe-boi marinho, em Alagoas, foi anunciado no último dia 16 pelo Programa Peixe-boi do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), que conta com o apoio da Fundação Toyota do Brasil por meio do projeto Toyota APA Costa dos Corais. O novo peixe-boi, filho de Luna, é o oitavo nascido de fêmeas reintroduzidas.

Desde 1994, 44 peixes-boi resgatados pelas instituições da Rede de Encalhe de Mamíferos Aquáticos do Nordeste (REMANE) foram reabilitados pelo ICMBio e devolvidos à natureza. Desde então foram registrados oito nascimentos, no entanto apenas quatro fêmeas reintroduzidas foram responsáveis pelos nascimentos. Dentre os animais soltos, 19 (43%) foram fêmeas e 25 (57%) machos. Entre as fêmeas reintroduzidas, 15 (79%) foram soltas na Área de Proteção Ambiental da Costa dos Corais, estado de Alagoas e 4 (21%) na Área de Proteção Ambiental da Barra de Mamanguape, estado da Paraíba.


A equipe veterinária do ICMBio tem acompanhada mãe e filhote. Foto: Divulgação


“A cada ano o Programa Peixe-Boi vem mostrando o seu sucesso. Esse nascimento registrado um ano após o sétimo nascimento, em 2016, é um indicativo de que estamos no caminho certo para o repovoamento da espécie nessa região. Estamos muito felizes e otimistas”, comemora Fernanda Attademo, analista ambiental do ICMBio, responsável pelo Programa Peixe-boi na APA Costa dos Corais.
Luna, a nova mamãe, foi resgatada em 2005, e devolvida à natureza em 2008 após passar por um período de adaptação no cativeiro de aclimatação em Porto de Pedras (AL). A equipe veterinária do ICMBio e de monitoramento irá realizar uma avaliação prévia, sem retirada do animal da água nos próximos dias. Além disso, as equipes do ICMBio e da Associação Peixe-boi acompanharão mãe e filhote para atendimento imediato, caso necessário.

Criada em abril de 2009, a Fundação Toyota do Brasil atua na preservação ambiental e formação de cidadãos. Além das novas iniciativas a Fundação Toyota do Brasil unificou e ampliou todos os projetos de responsabilidade social em andamento, que estavam sob a responsabilidade da montadora Toyota do Brasil.

Nacionalmente, a Fundação Toyota do Brasil patrocina desde 2009 o Projeto Toyota APA Costa dos Corais, em parceria com a Fundação SOS Mata Atlântica e o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), do governo federal. O projeto prioriza a conservação dos recifes de corais e ecossistemas associados ao peixe-boi marinho em uma área de 413 mil hectares nos estados de Alagoas e Pernambuco.

No Pantanal sul-mato-grossense, o apoio de mais de duas décadas ao Projeto Arara Azul nas atividades de proteção e monitoramento da espécie retirou, em 2014, a ave da Lista de Espécies da Fauna Brasileira Ameaçadas de Extinção. Na década de 90, especialistas contabilizavam cerca de 1.500 aves e hoje, com o apoio da Toyota, estima-se uma população de 5 mil aves naquela região. No estado de São Paulo, a entidade promove o projeto Águas da Mantiqueira, iniciativa de pesquisa em conservação da biodiversidade, que visa o planejamento territorial e o desenvolvimento socioeconômico de forma sustentável do município paulista de Santo Antônio do Pinhal, na Serra da Mantiqueira – cordilheira que é a maior província de água mineral do mundo.

Localmente, a entidade agrega ainda as ações sociais implantadas e mantidas nas comunidades onde a empresa possui unidades, como Indaiatuba (SP), Guaíba (RS), Porto Feliz (SP), Sorocaba (SP) e São Bernardo do Campo (SP). As iniciativas compreendem as áreas de educação, meio ambiente e cultura, e contam com o apoio dos colaboradores da empresa como voluntários.
Compartilhe on Google Plus

Escrito por Mario Pinho

0 comentários:

Postar um comentário

Adicione seu comentário sobre a notícia