Adeus à Dom Pelé

                    Abraço de Dom Hélder a Dom José Maria Pires (Foto: Arquivo)

O corpo do Arcebispo Emérito da Paraíba, Dom José Maria Pires,  98 anos, que faleceu ontem (27), em um hospital de Belo Horizonte (MG), está sendo esperado em João Pessoa.
Do Aeroporto Castro Pinto, na Grande João Pessoa o traslado será feito em carro aberto, num veículo do Corpo de Bombeiros, até a Catedral Basílica de Nossa Senhora das Neves, no Centro da Capital.
O cortejo deverá ser acompanhado pelo Arcebispo Metropolitano da Paraíba, Dom Delson, padres, diáconos e religiosos da Arquidiocese, e representantes de pastorais e movimentos sociais arquidiocesanos.
O velório começa ainda na madrugada desta terça-feira, 29. A Catedral vai ficar aberta durante todo o dia para as despedidas a Dom José.
Várias missas vão ser celebradas durante o dia e às 16h acontecerá a última celebração de corpo presente, presidida pelo Arcebispo Dom Delson.
O sepultamento será, em seguida, na própria Catedral.

                                      Dom José Maria Pires  (Foto: arquivo pessoal)
Natural de Córregos, em Minas Gerais, Dom José Maria Pires tinha 70 anos de ordenação como padre e 60 como bispo.
 Sua mãe trabalhou como lavadeira da família do presidente Juscelino Kubitscheck.
Depois que atingiu a compulsória, Dom José Maria Pires, também conhecido como Dom Pelé, dado o porte físico similar ao famoso jogador brasileiro  ou Dom Zumbi,  por ser um dos primeiros e poucos bispos negros do Brasil, voltou para Minas Gerais onde exercia com a humildade de sempre as funções de padre. 
Como bispo, foi presidente da Comissão Episcopal do Nordeste 2, que reúne os estados do Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco e Alagoas.
Durante o período da ditadura militar, Dom José Maria Pires enfrentou muitas batalhas. Ele foi o quarto bispo da região metropolitana de João Pessoa e esteve à frente da Igreja Católica na Arquidiocese entre os anos de 1966 e 1995.
Dom José era o arcebispo mais idoso do Brasil na atualidade.

O Governo da Paraíba decretou luto oficial de três dias no Estado.
Compartilhe on Google Plus

Escrito por Rogerio Almeida

0 comentários:

Postar um comentário

Adicione seu comentário sobre a notícia