Contas externas fecha o 1º semestre no azul e registram superávit pelo quarto mês

Foto: Banco Central
As contas externas permaneceram no azul em junho, quando foi registrado um superávit de US$ 1,33 bilhão, informou o Banco Central nesta sexta-feira (21). 

Foi o quarto mês seguido de resultado positivo. É o melhor resultado desde junho de 2004. Em junho do ano passado foi registrado déficit de US$ 2,489 bilhões. 

No primeiro semestre, as contas externas também ficaram no azul e registraram superávit de US$ 715 milhões. No mesmo período de 2016, as contas externas haviam registrado déficit de US$ 8,487 bilhões. Foi o primeiro resultado positivo para os seis primeiros meses do ano desde 2007. 

A conta de transações correntes é formada pela balança comercial (comércio de produtos entre o Brasil e outros países), pelos serviços (adquiridos por brasileiros no exterior) e pelas rendas (remessas de juros, lucros e dividendos do Brasil para o exterior). 

O bom resultado das contas externas em junho está relacionado com o saldo positivo da balança comercial brasileira. Segundo chefe-adjunto do Departamento Econômico do Banco Central, Fernando Rocha, em julho a série de resultados positivos deve ser interrompida. 

De acordo com Rocha, o BC espera um resultado negativo para o próximo mês. “Julho deve apresentar déficit, principalmente por fatores sazonais”, disse. Segundo ele, a balança comercial tende a ter resultados piores em julho, na comparação com junho.
Compartilhe on Google Plus

Escrito por Equipe Redação

0 comentários:

Postar um comentário

Adicione seu comentário sobre a notícia