Uber é o maior 'empregador' privado de Belo Horizonte

Representante da empresa de tecnologia admite o Trabalho 20 mil motoristas ativos


por Ludmila Pizarro

A Uber mantém 20 mil motoristas ativos em Belo Horizonte. Com isso, a empresa utiliza 1,57% da força de trabalho da capital mineira, já que, segundo o IBGE, a população em idade ativa no município era de 1,26 milhão de pessoas em dezembro de 2016. Assim, a cada grupo de 63 trabalhadores da capital, um estaria na Uber. Segundo a Prefeitura de Belo Horizonte, atualmente, a cidade tem pouco mais de 7.000 táxis rodando e, até o final deste ano, chegará a 7.500.

Com esse contingente, o aplicativo também passa a ser o maior “empregador” privado da capital. Segundo dados do Ministério do Trabalho, baseado no Relação Anual de Informações Sociais (Rais) de 2015, os maiores empregadores da cidade são órgãos públicos: a Secretaria de Estado de Educação, com 64 mil funcionários, a Polícia Militar (42 mil), a Prefeitura de Belo Horizonte (35 mil), a Secretaria de Estado da Defesa Social (24 mil) e a empresa pública MGS Administração e Serviços (18 mil).

Para comparação, a fábrica da Fiat em Betim, na região metropolitana, tem 19 mil funcionários. Em todo o Estado de Minas Gerais, a mineradora Vale tem 24 mil, e o grupo Algar 11.500. Na capital mineira, a Cemig tem cerca de 7.000 empregados. No grupo Super Nosso, com 20 lojas, incluindo o Apoio Mineiro e a distribuidora Multiformato, são 6.300. A rede de supermercados BH, com 56 lojas, tem 5.221 empregados.
Compartilhe on Google Plus

Escrito por Mario Pinho

0 comentários:

Postar um comentário

Adicione seu comentário sobre a notícia